Pular para o conteúdo principal

O VALOR DA VERDADEIRA RELIGIÃO

Vou já dizendo que não vou entrar em conceituação de religião ou discutir os males que homens maus, fazendo mau uso da religião tem causado pelo mundo afora, inclusive muitos que se auto-denominam “crentes” ou “cristãos”, mas que são na verdade, aquilo que Jesus disse que seriam: “sepulcros caiados” (Mt. 23.27).

Minha proposta neste artigo é tratar de religião da forma como deve ser vista de acordo com os valores do Evangelho. Quando falo de religião, não me refiro ao sistema religioso, mas ao homem religioso que procura viver segundo os ditames do Evangelho.

A verdadeira religião do Evangelho faz a grandeza do homem, a verdadeira religião do Evangelho é como uma coroa de honra e enche de nobreza o que a pratica. Quando me refiro a religião, excluo o que não é religião, mantendo firme a certeza de que somente o cristianismo do Evangelho é a verdadeira religião.

Um homem que não tem religião é como um corpo sem cabeça, é um pobre miserável que não sabe como explicar o enigma da vida e que caminha para a morte em completo desespero sem saber o que lhe aguarda. O homem sem religião não sabe de onde vem e nem para onde vai e não tem nenhuma ideia acerca da sua existência nesse mundo.

Um homem sem religião ignora a bondade do Deus Todo-Poderoso, ele não reflete sobre as perfeições do Altíssimo e quando em meio ao sofrimento, o homem sem religião não tem nenhum alento, nenhuma esperança.

O homem sem religião ignora completamente que nos seus dias de tristeza, há um Deus misericordioso que estará ao lado do fiel que sofre, para sustentar os seus passos e animar o seu espírito abatido. O homem sem religião é um homem sem Deus e caminha sozinho pelo deserto que é este mundo.

O homem sem religião ao abrir as páginas do Evangelho de Cristo, não atenta para a epopeia do amor Deus e nada ali desperta no seu coração algum entusiasmo, ele não é despertado por causa da sua incredulidade, nenhuma emoção lhe alcança diante da figura do herói nas páginas imortais da história.

Um homem sem religião passa diante da Cruz do Calvário com seu drama augusto, mas nada sacode a sua frieza, ele não dá nenhuma atenção para as operosidades milagrosas do Senhor do Calvário e em vão, diante do espetáculo da redenção, não sente nenhuma emoção, assim é o homem sem religião.

O homem sem religião nada entende, permanece frio e indiferente diante das cenas comoventes. Continua apático e entorpecido. O homem sem religião caminha para a morte como o boi caminha para o matadouro, mal sabendo a sorte que o aguarda. O homem sem religião não compreende o sentido nem da vida nem da morte, está rodeado de densas trevas é "um desgraçado, e miserável, e pobre, e cego, e nu”. (Ap. 3.17).

Verdadeiramente o homem sem religião está morto, ainda que esteja vivo.... é um infeliz. Qual será o seu despertar, quando diante do Supremo Tribunal, tiver de dar conta da sua vida, a qual negligenciou e recusou os convites de salvação e rejeitou o perdão e a misericórdia.

Que Deus nos livre desse terrível despertar, "não tendo esperança e sem Deus no mundo" (Ef. 2.12).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

QUALIDADES DE UM BOM DESPENSEIRO.

Por Rev. João d'Eça Sermão pregado na Igreja Presbiteriana Monte Moriah, São Luís, MA, dia 14/01/2007 As qualidades de um bom despenseiro. "Servi uns aos outros, cada um conforme o dom que recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus". (I Pedro 4: 10). Introdução: O termo despenseiro tem o significado de alguém que cuida da despensa, ou seja, é o local da casa onde se guarda os alimentos e os outros mantimentos, nesse caso, despenseiro é o que toma de conta de toda a despensa, é uma espécie de Mordomo. No caso do texto básico da mensagem, despenseiro é aquele que administra os dons da multiforme graça de Deus, de maneira que pessa abençoar a si mesmo e ao seu próximo. * Muitas pessoas pensam que todas as coisas são sua propriedade. * A Bíblia nos ensina diferente, pois diz: "Do Senhor é a Terra e a sua plenitude, o mundo e os que nele habitam." ( Salmos 24:1). O profeta Ageu diz também: "O ouro e a prata são seus." * O…

DICIONÁRIO "MARANHENSE" !!!

Por



Rev. João d'EçaJoão do Vale, nosso poeta popular, em uma de suas canções diz: "minha terra tem belezas que em versos não sei dizer; mesmo porque não tem graça, só se vendo pode crer..."As coisas do Maranhão são espetaculares, sua natureza é exuberante, suas cidades são magnificas e sua Capital é encantadora. Eu amo minha cidade de paixão.Há muita coisa que não gosto em São Luís, não tem nada a ver com a natureza ou com a sua história, mas tem a ver com algumas pessoas que tiram a paz de outras pessoas, sem respeitar os seus direitos, mas isso é outra história...Quero lhes apresentar algumas palavras do vocabulário popular maranhense (está bastante incompleto, mas já é alguma coisa, desafio os leitores a me escreverem e me ensinarem novas palavras desse nosso rico "dicionário popular maranhense").Recebi de um amigo, numa lista de E-mails, essa lista que lhes apresento abaixo, achei muito divertido e interessante, fiz algumas adaptações e publico aqui e agora…

"LANÇA O TEU SOBRE AS ÁGUAS" - Eclesiastes 11: 1

PorRev. João d'EçaO texto diz: "Lança o teu pãp sobre as águas, porque depois de muitos dias o acharás"O que será que as Escrituras Sagradas estão nos ensinando aqui?A palavra "pão" sempre foi figura daquilo que ganhamos no dia-a-dia. As pessoas nos indagam: - "Você está indo pra onde?"- Vou ganhar o pão de cada dia (trabalho).Os estudiosos do AT, nos dizem que aqui há duas figuras:1ª Figura: AS CHEIAS DO RIO NILO - Eles jogavam as sementes quando a enchente estava baixando, no final da baixa, as sementes do trigo e da cevada, floresciam.2ª Figura: O COMERCIANTE - O comerciante pegava o seu barco, carregava com os bens que havia produzido e sai para comercializar em outras terras. "Lança o teu pão sobre as águas, porque depois de muitos dias o acharás".No versículos 2, o escritor sagrado nos dá uma lição preciosa, ele nos diz que devemos diversificar a nossa aplicação, porque não sabemos o que ácontecerá amanhã.Como servos dos Deus vivo, o S…