Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2011

DIFERENÇAS FUNDAMENTAIS ENTRE A TEOLOGIA REFORMADA E A IGREJA ROMANA

1 – A Regra de Fé.
Reformados Para a Igreja Reformada, a Regra de Fé é a Palavra de Deus contida nas Sagradas Escrituras hebraico-cristãs, a Bíblia explica a própria Bíblia.
Os crentes são estimulados a lerem suas Bíblias e buscarem o entendimento de acordo com a iluminação do Santo Espírito. Os crentes reformados examinam as Escrituras, estudam e meditam sobre elas.
A regra de Fé para os reformados foi estabelecida pelo próprio Deus, desde a antiguidade, como se vê nas passagens seguintes:
Deut. 6: 6-9; Deut. 31: 9-13; Josué 8: 34, 35; Salmo 119: 105, Isaias 8: 20 e 34: 16; Neemias 8: 1-3; 2º Reis 23: 2, 3. Essa mesma regra que manda examinar as escrituras Sagradas para obter o verdadeiro conhecimento religioso foi recomendado por Jesus Cristo e praticado pelos seus apóstolos, tornando-se a Regra de Fé da Igreja Cristã. Veja mais as seguintes passagens da Bíblia: João 5: 39, Lucas 16: 29 a 31, Atos 17: 10-12, II Tim. 3: 14, 17.
Romanistas A Regra de Fé para os romanistas é a palavra de bisp…

A Bíblia do Mackenzie - "cuspindo no prato em que comeram"

Estou reproduzindo um artigo original do meu amigo Wilson Porte, companheiro do Andrew Jumper, por julgar muito bem escrito e digno de ser reproduzido.

Por Wilson Porte Jr.




Cuspindo no prato em que comem! Esta é a melhor definição do que alguns jornalistas estão fazendo com a Universidade Mackenzie.
Esta expressão vem de um comentário de um jovem no site do Jornal O Estado de São Paulo (Estadão) que, na semana passada, postou um comentário no mínimo infeliz à prática de anos que o Mackenzie tem de doar Bíblias a alunos novos e formandos.
Já faz tempo que um grupo de pseudo-jornalistas vêm divulgando informações falaciosas e tendenciosas contra o Mackenzie e, sobretudo, contra o cristianismo. O pior é que esses caras são de grandes jornais, os "grandes bodes", de nossa nação.
A última, e ridícula, diga-se de passagem, foi a tentativa de Carlos Lordelo (Estadão) de criticar a iniciativa da Universidade Presbiteriana Mackenzie de presentear os novos alunos com uma Bíblia, além …

DEPOIS DE ASSISTIR O VÍDEO, NÃO É PRECISO DIZER MAIS NADA.

Assista o vídeo da Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro.

Não precisa dizer mais nada.



ROMPENDO COM ESTA GERAÇÃO PARA SERVIR AO SENHOR

A Federação de Mocidade do Presbitério Centro-Oeste do Maranhão - PCMA, escolheu o tema acima para 2011. É um tema desafiador em Romanos 12: 1, 2. Acredito que neste texto, podemos pregar inúmeras mensagens desafiadoras aos jovens e a todos os crentes. Agora, neste momento estou pregando esta mensagem aos jovens que estão reunidos em Intercâmbio de UMPs do PCMA e gostaria de compartilhá-la com os meus leitores. Leia abaixo.
______________________________________________________________
Introdução Jovens, vocês têm estabelecido um tema para 2011, muito forte e porque não dizer, desafiador. Este tema se bem trabalhado, tem a ver com mudança de caráter, e isto é uma coisa muito desafiadora, porque está relacionado a abandono da velha vida para se assumir uma vida nova em Cristo Jesus.

I – ROGO-VOS POIS IRMÃOS

Em Romanos 12:1 há uma palavra que é a chave para entender o que está diante de nós. No grego ela tem apenas 3 letras; que traduzida para o português é "portanto" e em nossas …

PLÁGIO E PREGAÇÃO

Introdução:
Alguém que eu no momento não lembro quem foi, disse: “Copiar de um é plágio, copiar de vários é erudição.”
Num tempo em que a tecnologia está à disposição de todos com a maior facilidade; que existem inúmeros sermões à disposição na Internet e que os pregadores são tentados a usar o que tem a sua disposição, sem se preocuparem com o estudo sério para pregarem seus sermões e alimentarem o seu povo, nós provocamos a discussão sobre Plágio e Pregação, para saber até onde começa o plágio e até onde vai a criatividade dos pregadores mesmo usando o esboço de um sermão que não foi composto por aquele que está pregando. Como bem disse Spurgeon: “Posso usar o machado de outrem, mas as machadadas serão minhas.”
QUANDO É QUE UM PREGADOR PLAGIOU EM SEU SERMÃO?
Quando ele prega um sermão como se fosse seu, às vezes modificando somente o tema do Sermão. Isto é errado e é pecado. Se algum pregador está fazendo isso, ele deve repensar o seu chamado, ou analisar o seu estudo da Bíblia e a prep…