Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2011

ALGUNS ASPECTOS PRÁTICOS DA FÉ - Salmo 37: 1-15

A prosperidade dos ímpios e a aparente vitória dos maus designios, é um grande desafio à fé dos justos. O inimigo do homem, Satanás, está sempre pronto a murmurar o seu veneno de desânimo:
- Qual o proveito de servir a Deus (Jó 21: 15; 35:3)?
É verdade que o ímpio parece levar vantagem em tudo, mas a Escritura nos diz que é por pouco tempo, que é temporário (v, 2).
Apesar disso, a fé não deve ser abalada (v, 1, 7 e 8), por três vezes o texto bíblico nos mostra o perigo da pessoa invejar a aparente prosperidade dos maus.  Aqui há o ensino de que a fé pode ser exercitada de quatro maneiras: "Confia no Senhor". Deposite nele a tua confiança, apesar de ser difícil, as vezes entender a providência de Deus; "Deleita-te no Senhor". Tenha prazer nele, na sua Palavra e no seu amor, no seu povo e no seu serviço; "Entrega o teu caminho ao Senhor". Essa atitude nos livrará do peso da ansiedade; "Descansa no Senhor" e procura conhecer o que é paz e tranquilidade na…

DIARIAMENTE COM A PALAVRA - SALMO 36: 1-12

O salmo 36 tem inúmeras espressões comoventes para descrever a alegria do crente, o seu feliz galardão. Veja em seguida estas expressões que demonstra estas verdades:
1 - A gordura da tua casa (v, 8); 2 - A torrente das tuas delícias (v, 8); 3 - A fonte da vida (v, 9); 4 - A sombra das tuas asas (v, 7).
São figuras sublimes. Benignidade, nos céus (v, 5); Fidelidade chegando até as nuvens (v, 5); Justiça como as grandes montanhas (v, 6).
Toda essa bondade levou o salmista a oração: Continua a tua benignidade (v, 10). E estamos certos que Deus o fará. Os montes se retirarão e os outeiros serão removidos, a minha benignidade, porém, não se apartará de ti (Isaias 54:10).
Os ímpios são detestados, porque os seus olhos não tem temor de Deus (v, 2).