Pular para o conteúdo principal

CARTA DE UM JUDEU A UMA JUDIA, LUCIANA GENRO, DEPUTADA FEDERAL, COMUNISTA, APOIADORA DO ANTI-SEMITISMO.


"Como cidadão e, principalmente, como judeu, não posso deixar de comentar a foto a qual tem sido divulgada em seu Orkut e demais meios de comunicação, onde V. Excelência aparece com o tradicional “Lenço símbolo da luta – Guerra – Palestina”. Não falo aqui de um simples “lenço”, um pedaço de pano qualquer que se veste para proteção, mas sim de um símbolo de uma luta que tem custado a vida não apenas de palestinos mas de israelenses, judeus e não judeus, dentre outros inocentes... Trata-se de um “pedaço de pano”, que simboliza para muitos, o mesmo do que a antiga “cruz gamada”, simbolizava para os membros do Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores da Alemanha – que coisa engraçada Partido dos Trabalhadores – , também conhecido como Partido Nazi, ou simplesmente Nazi. Tenho visto V. Exa., a quem respeito e conheço desde nossos embates no colégio Julio de Castilhos, ter realizado falas em favor de Hugo Chaves – que não por acaso tem apoiado o revisionista líder iraniano Ahmadinejad, que dentre outras situações tem feito grandes campanhas pela destruição total de Jerusalém, a capital sagrada não apenas para judeus, mas para cristãos também.


Não preciso te dizer sobre a onda de perseguições aos Judeus e Sinagogas na Venezuela, as pichações e violações de túmulos nos cemitérios de Caracas... Isto tudo aos olhos de Chaves, que não cansa de apoiar os atos reprováveis de anti-judaísmo ocorrentes em seu país e fora dele. Mais ainda... Não se esconda atrás da falácia referida a Marx como judeu alemão para justificar sua escolha pela linha marxista – e não marxiana a qual nada tem haver com o que vemos por aí -, ou teu respeito pelo povo judeu dizendo que sionismo é uma coisa e judaísmo é outra. Marx nunca foi praticante do judaísmo e acho que nunca entrou em uma sinagoga (fato que até então não tem relevância alguma). Ou ainda por dizer que o próprio Liev Davidovitch Bronstein conhecido por todos como Trotsky, também era judeu... Ou ainda outros vários... Defensores do nazismo ainda hoje ainda dizem que Jesus não era judeu... Nem mesmo Escrivá, criador da Opus Dei, disse bobagens tão grandes sobre o teu povo Luciana. E hoje, após o Concílio Vaticano Segundo, muitas barreiras foram rompidas e me permite dizer que o diálogo entre os povos tem sido muito bom. Pelo menos entre os cristãos e judeus, cada qual com sua fé. Não se trata aqui de uma missiva contra o pensamento de esquerda o qual sabemos nós és uma defensora. Meu respeito pelas tuas causas que te diferenciam tanto de outros políticos no Brasil. Tua ética em sair do Partido dos Trabalhadores, tuas posições contra o mensalão a fazem realmente ser reconhecida como uma política de respeito. Mas lembro-te que nós judeus não somos bichos com rabo pontudo, que andamos com tridente querendo matar pobres palestinos – que se escondem atrás de suas crianças –, ou que tratamos os muçulmanos como “o grande mal do século XXI”. Também não somos aquele grupo que pretende “dominar o mundo através da detenção dos meios de comunicação e dos bancos”, como dito secularmente, mas com mais ênfase depois da publicação da apócrifa obra “Os Protocolos dos Sábios de Sião”. Temos judeus, cristãos católicos, evangélicos, messiânicos, negros (judeus ou não), japoneses e chineses (judeus ou não), muçulmanos, ou mesmo de ateus (socialistas ou não). Afinal, cada qual com seu pensamento, com sua fé. Mas o que me deixa realmente perturbado é o fato de V.Senhoria, neta de uma judia – que deve ter te contato o que passou na Europa -, e que deu aulas no Colégio Israelita (ou seja, recebeu dinheiro judaico), apoiar toda e qualquer forma e pensamento de pessoas anti-judaicas, que só querem a destruição do Estado de Israel (alias o único em que práticas socialistas deram certo sem a necessidade de um estado totalitário). Apenas te lembro que em caso de um novo Holocausto pouco poderemos fazer para te defender daqueles que hoje tu apóias, pois talvez não estejamos vivos. Apenas te lembro que muitos assimilados alemães só foram se dar conta de sua descendência quando já estavam em Auschwitz... E este será teu caminho, teus hoje parceiros te usam dizendo que admitem até ter uma descendente de judeus como apoiadora como forma de se dizer não anti-judeus. Mas longe de ti, te chamam de judiazinha, e quem sabe pelos teus atributos físicos não pensei em piadas do tipo, colocaremos a Luciana Genro na ala chamada Joy Division, onde os membros da SS (Totemkopf) se divertiam com “prostitutas judias” pegas dentro dos barracões em troca de mantega. É Luciana, o mundo gira, mas para nós judeus ele infelizmente gira mais rápido e contra nós. Tivemos a Inquisição, a II Guerra Mundial e estamos aqui... Mas o futuro é incerto...


E o Fórum Social Mundial vem aí, com provavelmente Chaves e sua própria SS (e SA) juntas no Exército Bolivariano (nem Simon Bolívar iria aprovar tal obscenidade). O mesmo tipo de exército que Hitler criou para massacrar nossos parentes e amigos de nossos parentes e até mesmo os comunistas da Alemanha. Por fim Luciana te lembro que sempre serás judia, mesmo que não aceites. E que ainda podes corrigir alguns atos teus, pois nosso Talmud é claro em dizer que “o homem erra, mas reconhece seus erros”. Aprendi isto com meu professor e mestre querido rabino Ruben Najmanovich: nunca é tarde para se corrigir... Mas caso isto não seja suficiente... termino minha carta para ti citando um judeu famoso, entre tantos que nosso povo, que ajudou a humanidade (e isto inclui Jesus Cristo, Sabin, Freud e outros que deves conhecer). “Se a minha teoria da relatividade estiver correta, a Alemanha dirá que sou alemão, e a França, que sou cidadão do mundo. Mas se eu estiver errado, a França sustentará que sou alemão, e a Alemanha garantirá que sou judeu.” – Albert Einstein, judeu e sionista”.

texto da carta e fotos extraido de: http://www.jornalalef.com.br/ESPECIAL_2510_Luciana_Genro.htm

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

QUALIDADES DE UM BOM DESPENSEIRO.

Por Rev. João d'Eça Sermão pregado na Igreja Presbiteriana Monte Moriah, São Luís, MA, dia 14/01/2007 As qualidades de um bom despenseiro. "Servi uns aos outros, cada um conforme o dom que recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus". (I Pedro 4: 10). Introdução: O termo despenseiro tem o significado de alguém que cuida da despensa, ou seja, é o local da casa onde se guarda os alimentos e os outros mantimentos, nesse caso, despenseiro é o que toma de conta de toda a despensa, é uma espécie de Mordomo. No caso do texto básico da mensagem, despenseiro é aquele que administra os dons da multiforme graça de Deus, de maneira que pessa abençoar a si mesmo e ao seu próximo. * Muitas pessoas pensam que todas as coisas são sua propriedade. * A Bíblia nos ensina diferente, pois diz: "Do Senhor é a Terra e a sua plenitude, o mundo e os que nele habitam." ( Salmos 24:1). O profeta Ageu diz também: "O ouro e a prata são seus." * O…

DICIONÁRIO "MARANHENSE" !!!

Por



Rev. João d'EçaJoão do Vale, nosso poeta popular, em uma de suas canções diz: "minha terra tem belezas que em versos não sei dizer; mesmo porque não tem graça, só se vendo pode crer..."As coisas do Maranhão são espetaculares, sua natureza é exuberante, suas cidades são magnificas e sua Capital é encantadora. Eu amo minha cidade de paixão.Há muita coisa que não gosto em São Luís, não tem nada a ver com a natureza ou com a sua história, mas tem a ver com algumas pessoas que tiram a paz de outras pessoas, sem respeitar os seus direitos, mas isso é outra história...Quero lhes apresentar algumas palavras do vocabulário popular maranhense (está bastante incompleto, mas já é alguma coisa, desafio os leitores a me escreverem e me ensinarem novas palavras desse nosso rico "dicionário popular maranhense").Recebi de um amigo, numa lista de E-mails, essa lista que lhes apresento abaixo, achei muito divertido e interessante, fiz algumas adaptações e publico aqui e agora…

"LANÇA O TEU SOBRE AS ÁGUAS" - Eclesiastes 11: 1

PorRev. João d'EçaO texto diz: "Lança o teu pãp sobre as águas, porque depois de muitos dias o acharás"O que será que as Escrituras Sagradas estão nos ensinando aqui?A palavra "pão" sempre foi figura daquilo que ganhamos no dia-a-dia. As pessoas nos indagam: - "Você está indo pra onde?"- Vou ganhar o pão de cada dia (trabalho).Os estudiosos do AT, nos dizem que aqui há duas figuras:1ª Figura: AS CHEIAS DO RIO NILO - Eles jogavam as sementes quando a enchente estava baixando, no final da baixa, as sementes do trigo e da cevada, floresciam.2ª Figura: O COMERCIANTE - O comerciante pegava o seu barco, carregava com os bens que havia produzido e sai para comercializar em outras terras. "Lança o teu pão sobre as águas, porque depois de muitos dias o acharás".No versículos 2, o escritor sagrado nos dá uma lição preciosa, ele nos diz que devemos diversificar a nossa aplicação, porque não sabemos o que ácontecerá amanhã.Como servos dos Deus vivo, o S…