Pular para o conteúdo principal

CONSELHO AOS JOVENS


“Lembra-te do teu Criador nos dias da tua mocidade,
antes que venham os maus dias, e cheguem os anos
dos quais dirás: Não tenho neles prazer.”
 (Ec. 12.1)
 

 
 
Introdução:

          Decidi escrever aos jovens, especialmente aos jovens crentes, que em meio a um mundo secularizado, materialista e perdido, lutam contra as tentações da idade em busca de afirmação e reconhecimento, muitas vezes sem pensar que esse caminho fatalmente acabará em dor, sofrimento e morte.

O mal procedimento dos jovens crentes tem acusado os seus pais de negligência na sua criação e na sua orientação espiritual. É claro que os pais não induzem os seus filhos aos malfeitos e nem se sentem felizes quando sabem do comportamento inadequado dos seus filhos, porém, muitos pais são a causa dos maus procedimentos desses jovens.

Os jovens, entretanto, estão em busca de um viver desregrado e por causa dos seus próprios pecados eles deixam os seus pais livres de culpa pelas suas iniquidades.

Meu testemunho

A minha criação foi de sujeição e obediência aos meus pais. Foram as orientações do meu pai e da minha mãe que me mantiveram longe das más companhias e dos vícios. Quando estava longe de casa e por qualquer motivo eu brigava ou entrava em uma briga, fosse qual fosse o resultado, ao chegar em casa eu era corrigido por meus pais.

Percebi logo cedo, na adolescência e na juventude, que os companheiros da minha mesma idade não me convidavam para praticar nenhum benefício, fosse para nós mesmos ou para os outros, a tônica era somente para a prática do mal. Quando olho pra trás, me arrepia a constatação de que eu poderia não mais estar aqui contando essa história, por causa das enrascadas que os meus amigos me levaram a praticar.

Meus pais não me ensinaram o Evangelho, pois eles não sabiam do que se tratava, mas ainda assim eles temiam a Deus e me passaram esse temor, me dizendo para não esquecer disso.

A benção dos meus pais

Agradeço aos meus pais, que mesmo pobres, me deram o necessário para não padecer fome e frio. Eles não tinham muito, mas sabiam economizar e dividir com os filhos, afim de que não faltasse a subsistência a nós.

Passamos por privações e dissabores, e isso me ajudou a valorizar a vida, o trabalho, os estudos e o relacionamento com Deus, o qual conheci ainda bem jovem, aos 12 para 13 anos de idade. Por isso reforço o que diz a Escritura Sagrada: “Lembra-te do teu criador nos dias da tua mocidade...” (Ec. 12.1).

Meu conselho aos jovens

Eu escrevo a vocês jovens, que nem sequer me conhecem, para como a um amigo, lhes dizer que vocês precisam dar ouvidos à palavra do rei Salomão, descritas acima no texto bíblico que serve de base para esse texto: Lembra-te de Deus, não o esqueças, isso será luz para o teu caminho. Sinceramente eu desejo a todos vocês a paz e o descanso das vossas almas.

Ame a vida, cuidem das vossas almas, lembrem-se que vocês ficarão velhos e se não cuidarem disso que eu estou lhes falando, vocês poderão chorar sem ter alento, quando chegarem os “maus dias” de que fala o escritor sagrado.


Conclusão:

Lembrem-se também, de que ainda na juventude Deus pode ceifar a sua vida, e nesse caso, se vocês estiverem esquecidos de Deus, quem lhes dará consôlo? Que será de sua alma além-túmulo?

Se no entanto, vocês se lembrarem de Deus, do seu Criador, nos dias de sua mocidade, vocês serão bem-aventurados, esperançosos na velhice e felizes para toda a eternidade.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DICIONÁRIO "MARANHENSE" !!!

Por



Rev. João d'EçaJoão do Vale, nosso poeta popular, em uma de suas canções diz: "minha terra tem belezas que em versos não sei dizer; mesmo porque não tem graça, só se vendo pode crer..."As coisas do Maranhão são espetaculares, sua natureza é exuberante, suas cidades são magnificas e sua Capital é encantadora. Eu amo minha cidade de paixão.Há muita coisa que não gosto em São Luís, não tem nada a ver com a natureza ou com a sua história, mas tem a ver com algumas pessoas que tiram a paz de outras pessoas, sem respeitar os seus direitos, mas isso é outra história...Quero lhes apresentar algumas palavras do vocabulário popular maranhense (está bastante incompleto, mas já é alguma coisa, desafio os leitores a me escreverem e me ensinarem novas palavras desse nosso rico "dicionário popular maranhense").Recebi de um amigo, numa lista de E-mails, essa lista que lhes apresento abaixo, achei muito divertido e interessante, fiz algumas adaptações e publico aqui e agora…

"LANÇA O TEU SOBRE AS ÁGUAS" - Eclesiastes 11: 1

PorRev. João d'EçaO texto diz: "Lança o teu pãp sobre as águas, porque depois de muitos dias o acharás"O que será que as Escrituras Sagradas estão nos ensinando aqui?A palavra "pão" sempre foi figura daquilo que ganhamos no dia-a-dia. As pessoas nos indagam: - "Você está indo pra onde?"- Vou ganhar o pão de cada dia (trabalho).Os estudiosos do AT, nos dizem que aqui há duas figuras:1ª Figura: AS CHEIAS DO RIO NILO - Eles jogavam as sementes quando a enchente estava baixando, no final da baixa, as sementes do trigo e da cevada, floresciam.2ª Figura: O COMERCIANTE - O comerciante pegava o seu barco, carregava com os bens que havia produzido e sai para comercializar em outras terras. "Lança o teu pão sobre as águas, porque depois de muitos dias o acharás".No versículos 2, o escritor sagrado nos dá uma lição preciosa, ele nos diz que devemos diversificar a nossa aplicação, porque não sabemos o que ácontecerá amanhã.Como servos dos Deus vivo, o S…

QUALIDADES DE UM BOM DESPENSEIRO.

Por Rev. João d'Eça Sermão pregado na Igreja Presbiteriana Monte Moriah, São Luís, MA, dia 14/01/2007 As qualidades de um bom despenseiro. "Servi uns aos outros, cada um conforme o dom que recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus". (I Pedro 4: 10). Introdução: O termo despenseiro tem o significado de alguém que cuida da despensa, ou seja, é o local da casa onde se guarda os alimentos e os outros mantimentos, nesse caso, despenseiro é o que toma de conta de toda a despensa, é uma espécie de Mordomo. No caso do texto básico da mensagem, despenseiro é aquele que administra os dons da multiforme graça de Deus, de maneira que pessa abençoar a si mesmo e ao seu próximo. * Muitas pessoas pensam que todas as coisas são sua propriedade. * A Bíblia nos ensina diferente, pois diz: "Do Senhor é a Terra e a sua plenitude, o mundo e os que nele habitam." ( Salmos 24:1). O profeta Ageu diz também: "O ouro e a prata são seus." * O…