Pular para o conteúdo principal

A UTOPIA DA PAZ TERRENA.



Por
Rev. João d'Eça
Creio na paz, mas a paz que creio, é a Paz de Deus no coração dos homens. Creio que haverá um tempo de paz, não neste mundo, mas no porvir, quando Cristo Jesus implantar o seu Reino Eterno, ai sim haverá paz, constante e eterna, enquanto isso, vivemos num mundo perdido, pecaminoso, injusto, que jaz no maligno (I João 5: 19), onde não pode reinar a paz, a não ser por meio de Cristo, no coração daqueles que o amam e que, independente das circunstâncias, gozam paz interior.
O texto de I Pedro 3: 11 ("...busque a paz e empenhe-se por alcançá-la"), são palavras inspiradas por Deus e creio que o Senhor Deus, através do apóstolo Pedro nos convida a viver e à buscar a paz, e ele mesmo diz, que esse viver em paz é fruto de uma atitude de afastar-se do mal, pois quem vive em conflitos, achegando-se ao mal, não pode ter paz. Empenhar-se por alcançar a paz, não tem a ver com a paz no mundo todo, mas em eu ter paz com todos os que for possível.
Paulo em I Tessalonicences 5: 3, diz:

"Quando andarem dizendo: Paz e segurança, eis que lhes sobrevirá repentina destruição".
O mundo vive em busca de paz, e a paz que os governos, os sociólogos, as entidades, os partidos políticos buscam, é uma paz utópica, inalcansável. A paz que querem implementar tem a ver com unir-se, com aceitação, com tolerância. Mas como posso me unir com quem pensa diferente de mim e não abre mão disso? Como posso aceitar quem não valoriza o que valorizo ou vice-versa, quando o meu "valor" tem a ver com a minha fé e com o meu conjunto de princípios, os quais não abro mão e que portanto, aquele que não me aceita assim é intolerante pra mim e eu sou também pra ele? Como podem querer que eu tolere os que me incomodam e que vão contra a minha fé e os meus valores? Por esta razão, creio eu, a paz entre os homens é uma utopia.

A ONU tenta promover a paz entre árabes e judeus, sendo que essa paz só existirá para os árabes, se Israel deixar de existir, e para os judeus existirá paz, quando os árabes devolverem todos os territórios israelenses e os aceitarem ali como nação, coisa que eles nunca irão fazer. Como pode haver paz numa situação como essa?
Arafat, terrorista árabe, matou pela primeira vez aos vinte anos e depois continuou matando e fazendo terror em nome de uma mentira, (a Palestina), recebeu o prêmio Nobel da Paz, foi recebido por gente importante, mesmo com suas mãos cheias de sangue de gente inocente. Quem deveria estar preso na época, foi ovacionado como defensor da paz. Como pode haver paz numa situação como essa?
Por exemplo, como pode haver paz num país dominado pela corrupção, onde o cidadão de bem, vê os seus representantes cada vez mais ricos pelo uso do dinheiro público em seu próprio favor?
Como pode haver paz, se o governo incentiva a criação de leis que vão de encontro aos valores da família? Se esse mesmo governo apoia a criação de leis (PLC 122/2006), que impedem as igrejas de exercerem o seu ministério profético de denúncia do pecado, quando o governo e os legisladores ligados a ele, dizem que em nome dos "direitos das minorias", os pastores devem ser amordaçados e não mencionar a Bíblia no que se refere ao homossexualismo?
A verdadeira paz só existe em Cristo, o Príncipe da Paz (Isaias 9: 6). No Salmo 4: 8, a Palavra de Deus diz: "Em paz me deito elogo pego no sono, porque, Senhor, só tu me fazes repousar seguro".

Não há outro meio de alcançarmos a paz, a não ser por meio de Cristo Jesus, reinando em nossos corações. Não será uma paz terrena permanente aqui na terra, mas experimentaremos um pouco aqui, dentro de nós e a gozaremos para sempre na glória do Pai.
Quero concluir com um dos mais belos cânticos de paz da Bíblia, o Salmo 122, que exalta a cidade da Paz (Jerusalém), fundada sobre os princípios de fidelidade e justiça:
"Alegrei-me quando me disseram: Vamos à Casa do Senhor.
pararam os nossos pés junto às tuas portas, ó Jerusalém!
Jerusalém, que estás contruida como cidade compacta, para onde
sobem as tribos, as tribos do Senhor, como convém a Israel, para
renderem graças ao nome do Senhor.
Lá estão os tronos de justiça, os tronos da casa de Davi.
Orai pela paz de Jerusalém! Sejam prósperos os que te amam.
Reine paz dentro de teus muros e prosperidade nos teus palácios.
Por amor dos meus irmãos e amigos, eu peço: haja paz em ti!
Por amor da casa do Senhor, nosso Deus, buscarei o teu bem."
Essa é verdadeira Paz, a que procede do Senhor, a que é estabelecida para louvor e glória de Deus.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DICIONÁRIO "MARANHENSE" !!!

Por



Rev. João d'EçaJoão do Vale, nosso poeta popular, em uma de suas canções diz: "minha terra tem belezas que em versos não sei dizer; mesmo porque não tem graça, só se vendo pode crer..."As coisas do Maranhão são espetaculares, sua natureza é exuberante, suas cidades são magnificas e sua Capital é encantadora. Eu amo minha cidade de paixão.Há muita coisa que não gosto em São Luís, não tem nada a ver com a natureza ou com a sua história, mas tem a ver com algumas pessoas que tiram a paz de outras pessoas, sem respeitar os seus direitos, mas isso é outra história...Quero lhes apresentar algumas palavras do vocabulário popular maranhense (está bastante incompleto, mas já é alguma coisa, desafio os leitores a me escreverem e me ensinarem novas palavras desse nosso rico "dicionário popular maranhense").Recebi de um amigo, numa lista de E-mails, essa lista que lhes apresento abaixo, achei muito divertido e interessante, fiz algumas adaptações e publico aqui e agora…

"LANÇA O TEU SOBRE AS ÁGUAS" - Eclesiastes 11: 1

PorRev. João d'EçaO texto diz: "Lança o teu pãp sobre as águas, porque depois de muitos dias o acharás"O que será que as Escrituras Sagradas estão nos ensinando aqui?A palavra "pão" sempre foi figura daquilo que ganhamos no dia-a-dia. As pessoas nos indagam: - "Você está indo pra onde?"- Vou ganhar o pão de cada dia (trabalho).Os estudiosos do AT, nos dizem que aqui há duas figuras:1ª Figura: AS CHEIAS DO RIO NILO - Eles jogavam as sementes quando a enchente estava baixando, no final da baixa, as sementes do trigo e da cevada, floresciam.2ª Figura: O COMERCIANTE - O comerciante pegava o seu barco, carregava com os bens que havia produzido e sai para comercializar em outras terras. "Lança o teu pão sobre as águas, porque depois de muitos dias o acharás".No versículos 2, o escritor sagrado nos dá uma lição preciosa, ele nos diz que devemos diversificar a nossa aplicação, porque não sabemos o que ácontecerá amanhã.Como servos dos Deus vivo, o S…

QUALIDADES DE UM BOM DESPENSEIRO.

Por Rev. João d'Eça Sermão pregado na Igreja Presbiteriana Monte Moriah, São Luís, MA, dia 14/01/2007 As qualidades de um bom despenseiro. "Servi uns aos outros, cada um conforme o dom que recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus". (I Pedro 4: 10). Introdução: O termo despenseiro tem o significado de alguém que cuida da despensa, ou seja, é o local da casa onde se guarda os alimentos e os outros mantimentos, nesse caso, despenseiro é o que toma de conta de toda a despensa, é uma espécie de Mordomo. No caso do texto básico da mensagem, despenseiro é aquele que administra os dons da multiforme graça de Deus, de maneira que pessa abençoar a si mesmo e ao seu próximo. * Muitas pessoas pensam que todas as coisas são sua propriedade. * A Bíblia nos ensina diferente, pois diz: "Do Senhor é a Terra e a sua plenitude, o mundo e os que nele habitam." ( Salmos 24:1). O profeta Ageu diz também: "O ouro e a prata são seus." * O…