sexta-feira, 6 de junho de 2008

IGREJA PRESBITERIANA DE SÃO LUÍS - 122 DE EVANGELIZAÇÃO.


Por

Rev. João d'Eça


A Igreja Presbiteriana Central de São Luís está comemorando o 122º (Cento e Vinte e dois anos de organização). A Igreja foi fundada pelo Dr. George William Butler, médico e missionário americano, de trabalho profícuo e abençoado. O Dr. Butler viveu no período da história nordestina com a mesma tensão e influência, no tempo e no espaço, como outros líderes religiosos de sua época viveram.


"Quando o Rev. Butler esteve em São Luís, esta era conhecida ainda, como a "Atenas Brasileira". "Era também uma das cidades mais importantes do Brasil na época. Tinha 17.000 habitantes no início do séc. XIX, e chegou a ocupar o quarto lugar entre as cidades brasileiras. Em 1872, quando tinha 31.604 habitantes, suplantava a cidade de São Paulo. Além de ser populosa, era florescente em atividades culturais, o que lhe valeu o nome de "Atenas Brasileira". Era centro burguês e cidade de mercadores, contrastando nisto com a sua rival Alcântara, que ficava no outro lado da Baia de São Marcos, na parte continental."¹

"O Rev. Butler chegou à São Luís em 15 de Maio de 1855. A primeira reunião em São Luís foi realizada na manhã do sábado 31 de maio, em um sobrado na Rua Grande, nº 69. Fazia esquina com o Beco do Craveiros. O primeiro hino cantado foi: "Eu preciso de ti em todo o tempo" e a prédica versou sobre o arrependimento. Havia cerca de cinquenta pessoas no auditório. À noite compareceram cem pessoas e o sermão versou sobre fé".²

A Igreja Presbiteriana se faz presente em vários municipios do Estado do Maranhão e o alvo da liderança é que alcance todos os 217 que fazem parte do Estado.




Foto com a imagem do templo da Praça da Alegria no início do século XX.










Culto Solene na noite de 06/06/08, tendo como pregador o Rev. Antônio Fontes Martins.












Manchete do "Jornal Pequeno", de 06/06/08, fazendo alusão aos 122 anos da Igreja Presbiteriana Central de São Luís.












Notas:
1 e 2 - Edijéce MArtins Ferreira, A Bíblia e o Bisturi, Casa Editora Presbiteriana, 1987, 2ª Edição.

2 comentários:

Anônimo disse...

Fiquei muito emocionada ao encontrar este BLOG, rememorando parte de minha vida vivida nessa igreja. Meu nome é Berenice Aguiar, sou filha do saudoso Rev. Benedito Aguiar, que foi pastor dessa igreja, onde nasci e fui criada. Gostaria que postassem mais fotos, pois desde muito tempo, moro em Brasília-DF. Abraços

Joao d'Eça disse...

Prezada irmã Berenice Aguiar.

Este ano a IPB está fazendo 150 anos no Brasil e em todas as capitais haverá comemorações. Aqui em SLZ será dias 24 de Janeiro e 12 de agosto.

Estamos fazendo um Slide Show com fotos e imagens. Não temos fotos nítidas do Rev. Benedito Aguiar. Precisamos homenageá-lo e não temos fotos e imagens para o Slide Show. Se a irmã puder nos ajudar, entre em contato conosco pelos E-Mails:
decajoaopr7@hotmail.com ou joaodeca.mendes@bol.com.br.

Rev. João d'Eça