Pular para o conteúdo principal

SOCORRO, PRECISO DE CONTEÚDO!!!!



Por

Rev. João d'Eça




"Porque não nos pregamos a nós mesmos, mas a Cristo Jesus, o SENHOR; e nós mesmos somos vossos servos por amor de Jesus. Porque Deus, que disse que das trevas resplandecesse a luz, é quem resplandeceu em nossos corações, para iluminação do conhecimento da glória de Deus, na face de Jesus Cristo. Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus, e não de nós".
(II Cor. 4: 5-7).

Alguém já dise com muita propriedade: "A excelência do evangelho não está em homens poderosos pregando um evangelho simples, mas em homens simples pregando um evangelho poderoso".

Socorro, mudaram o Evangelho!!!

O grupo musical evangélico Logos, tem no seu repetório uma música intitulada "O Evangelho", cuja letra retrata perfeitamente o tempo em que vivemos, ou seja, a superficialidade do conteúdo da pregação, pois já há muito tempo a Bíblia só tem sido usada como pretexto para iniciar-se, aquilo que chamam de pregação.

O conteúdo da Bíblia foi substituido por técnicas de PNL (Programação Neuro-Linguística), técnicas de auto-ajuda, técnicas de Marketing, tecnicas de animadores de auditório, etc..., numa salada variada, porém sem nenhuma consistência vitamínica.

Temos visto de tudo entre esses que se auto-denominam "pregadores":
  • Gritos Estridentes
  • Sapatiado desconexo
  • Linguagem desconexa
  • Performance de Palco
  • Sugestionamentos
  • Manipulações, etc...

Num dos livros que li sobre essas técnicas, baseadas nos princípios de Maquiavel, sobre leis e poder, há uma Lei que ensina como enganar e se dá bem. Diz a "Lei" que para se formar um séquito em torno da figura de alguém, basta que esse alguém seja o mais vago e superficial possível na sua abordagem, e as pessoas o seguirão. O que está por trás desse princípio maligno? É simples, sendo-se vago e superficial, as pessoas pensarão que o sujeito em questão é tão inteligente que eles não conseguem acompanhar o seu raciocínio, ou seja, o fato de não entenderem a mensagem, eles atribuem a si próprio e não ao sujeito vago e superficial. Esperto, não?

No final de semana passado participei com outros pastores de várias denominações, de um evento em comemoração ao Dia da Bíblia. O pregador convidado conjecturou sobre tudo, menos sobre a Bíblia. Ele usou como base de sua pregação o texto de Ageu 2: 7-9, mas não se referiu ao texto na mensagem, não esclareu, não elucidou, enfim, não pregou uma mensagem baseada no texto lido, ele usou o texto como mero pretexto. Fez como a maioria desses supostos pregadores-gritadores-puladores fazem quando pregam: Sermão de três pontos:

  1. Entram no Texto
  2. Saem do texto
  3. Nunca mais voltam ao texto

Houve muita "profetada", "cai-cai", "tremilique", "gritos", "rodopios", "imitação de animais" parecia mais uma arena apresentando um espetáculo circense, completa e totalmente fora de propósito.

Onde iremos parar? Será que o evangelho é isso mesmo e nós é que estamos errados? Será que essa busca desenfreada pela satisfação corporal apenas, que não produz vida cotidiana de qualidade espiritual, mas que está formando uma legião de neuróticos por ai, é mesmo assim que tem de ser? O que o leitor acha?

"MIJADA UNGIDA"

Estão até preparando um evento denominado (ria se puder), "mijada ungida" que consiste em demarcar território através da urina de pastores - igual àquilo que o cachorro faz - essa cachorrada, digo, "unção do mijo" segundo consta, será feita assim: os pastores de várias denominações urinam em um grande recipiente, depois esse recipiente é transportado para um avião e despejado nos quatro cantos da cidade (cuidado com a cabeça !!), para demarcar território e expulsar o "capeta". Já pensou se a moda pega? É o cúmulo do ridículo. Durma com essa "mijada santa".

As vezes penso que eu é que estou fora de contexto e que o evangelho que eu quero viver e pregar é outro, não cabe nesse tempo e nesse espaço.

Socorro, preciso de conteúdo!!!!

Comentários

BRUNO JUBRAC disse…
Caro colega...
Você já teve a impressão de que esta exagerando e que os pregadores é que estão corretos em pregar e agir como agem?

Eu sim. Mais para e penso. Chego a comclusão de que a minha parte é pregar o verdadeiro evangelho e que eles estão totalmente errados com o que andam fazendo "em nome de Deus". (não seu que dEUS é esse que manda pastores derramarem mijo ensima de uma cidade).

Por tanto quero te incentivar a continuar pregando o verdadeiro evangelho e a continuar postando esses assuntos importantíssimoos...

Postagens mais visitadas deste blog

QUALIDADES DE UM BOM DESPENSEIRO.

Por Rev. João d'Eça Sermão pregado na Igreja Presbiteriana Monte Moriah, São Luís, MA, dia 14/01/2007 As qualidades de um bom despenseiro. "Servi uns aos outros, cada um conforme o dom que recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus". (I Pedro 4: 10). Introdução: O termo despenseiro tem o significado de alguém que cuida da despensa, ou seja, é o local da casa onde se guarda os alimentos e os outros mantimentos, nesse caso, despenseiro é o que toma de conta de toda a despensa, é uma espécie de Mordomo. No caso do texto básico da mensagem, despenseiro é aquele que administra os dons da multiforme graça de Deus, de maneira que pessa abençoar a si mesmo e ao seu próximo. * Muitas pessoas pensam que todas as coisas são sua propriedade. * A Bíblia nos ensina diferente, pois diz: "Do Senhor é a Terra e a sua plenitude, o mundo e os que nele habitam." ( Salmos 24:1). O profeta Ageu diz também: "O ouro e a prata são seus." * O…

DICIONÁRIO "MARANHENSE" !!!

Por



Rev. João d'EçaJoão do Vale, nosso poeta popular, em uma de suas canções diz: "minha terra tem belezas que em versos não sei dizer; mesmo porque não tem graça, só se vendo pode crer..."As coisas do Maranhão são espetaculares, sua natureza é exuberante, suas cidades são magnificas e sua Capital é encantadora. Eu amo minha cidade de paixão.Há muita coisa que não gosto em São Luís, não tem nada a ver com a natureza ou com a sua história, mas tem a ver com algumas pessoas que tiram a paz de outras pessoas, sem respeitar os seus direitos, mas isso é outra história...Quero lhes apresentar algumas palavras do vocabulário popular maranhense (está bastante incompleto, mas já é alguma coisa, desafio os leitores a me escreverem e me ensinarem novas palavras desse nosso rico "dicionário popular maranhense").Recebi de um amigo, numa lista de E-mails, essa lista que lhes apresento abaixo, achei muito divertido e interessante, fiz algumas adaptações e publico aqui e agora…

"LANÇA O TEU SOBRE AS ÁGUAS" - Eclesiastes 11: 1

PorRev. João d'EçaO texto diz: "Lança o teu pãp sobre as águas, porque depois de muitos dias o acharás"O que será que as Escrituras Sagradas estão nos ensinando aqui?A palavra "pão" sempre foi figura daquilo que ganhamos no dia-a-dia. As pessoas nos indagam: - "Você está indo pra onde?"- Vou ganhar o pão de cada dia (trabalho).Os estudiosos do AT, nos dizem que aqui há duas figuras:1ª Figura: AS CHEIAS DO RIO NILO - Eles jogavam as sementes quando a enchente estava baixando, no final da baixa, as sementes do trigo e da cevada, floresciam.2ª Figura: O COMERCIANTE - O comerciante pegava o seu barco, carregava com os bens que havia produzido e sai para comercializar em outras terras. "Lança o teu pão sobre as águas, porque depois de muitos dias o acharás".No versículos 2, o escritor sagrado nos dá uma lição preciosa, ele nos diz que devemos diversificar a nossa aplicação, porque não sabemos o que ácontecerá amanhã.Como servos dos Deus vivo, o S…