Pular para o conteúdo principal

TRAGÉDIA DO HAITI.



















De vez em quando na História, Deus age trazendo juízo sobre uma Nação ou sobre um povo que se distancia completamente dos seus caminhos e pratica coisas que acelaram o processo do juízo de Deus sobre suas cabeças.

Deus destruiu a civilização da época de Noé, porque o pecado se multiplicou na terra. Depois vemos o Senhor lançando o seu juízo sobre as cidades de Sodoma e Gomorra, de uma tal forma que elas foram riscadas do mapa. E as pragas do Egito? Motivo: O pecado se multiplicou de tal modo que o juízo de Deus desceu sobre aquelas cidades na forma de terremotos, saraivas de fogo vindo da terra, que não sobrou ninguém que estava na cidade.

Em muitas ocasiões cidades e povos da antiguidade foram destruidos por não ouvirem a advertência do Senhor. O pecado mata.

Em toda a história o juízo de Deus esteve sempre presente entre os povos que não ouviram a advertência do Senhor e praticaram pecados gravíssimos. Terremotos, enchentes, ventanias, maremotos, tsunamis, etc, sempre serviram como juízi de Deus para alertar os povos e punir severamente os que desobedeceram os preceitos divinos contidos na sua Santa Palavra.

O quadro atual que é trágico pode ser ampliado não só pela tragédia do terremoto, mas pelo caos que já existia na vida do povo haitiano, povo esse oprimido espiritualmente, (VODU) politicamente (corrupção) e socialmente (Miséria), onde 80 por cento do pais vive abaixo da linha da miséria. Diante de tudo o que acontece no mundo, o que fica claro é que Deus não precisa de advogado; Deus não precisa ser defendido.

O Tsunâmi que matou mais de 1 milhão de pessoas em 2004, aconteceu depois que a população não- cristã estava cometendo terríveis atrocidades como assassinatos em massa dentro das Igrejas cristãs, estupros violentos seguido de assassinatos de criancinhas, execução de cristãos diante de suas famílias...ai..., o juízo de Deus veio em forma de Tsunâmi, matando mais de 1 milhão de pessoas segundo estimativas extra-oficiais.

Agora, num país dominado pelo paganismo, onde o VODU é a religião oficial, onde os mais abastados do país usam e abusam de meninas, tanto como escravas domésticas em casa como escravas sexuais também, sofre um revês através de um terremoto que praticamente destruiu o que restava de um país já destruido, tanto material quanto espiritualmente.

Precisamos orar pelo povo do Haiti. Orar pra que Deus os liberte do VODU, do paganismo e dos crimes que a sociedade comete, como se isso fosse algo tão normal como tomar banho.

Sei que os "politicamente corretos" de plantão criticarão severamente o que estou dizendo, porém, não podemos fechar os olhos para uma realidade espiritual que é verdadeira. "DEUS NÃO SE DEIXA ESCARNECER, AQUILO QUE O HOMEM PLANTAR, ISSO ELE COLHERÁ" (Gálatas 6: 7).

Deus é Deus. Ele assume o ônus de ser quem Ele é. Quando Moisés perguntou em nome de quem ele se apresentaria diante da maior potencia do seu tempo e do povo escravo no Egito, ele ouviu a resposta simples, profunda, direta e absoluta de Deus: “Eu Sou O que Sou...Eu Sou me enviou a vós outros.” (Êxodo 3.14). Ou seja, Ele basta a si mesmo, Ele é Senhor de seus atos soberanos, Ele não deve explicação e nem precisa de defesa, seus motivos estão fundados nEle mesmo e suas ações estão acima de todo controle e crítica. Somos criaturas Ele é criador, somos barro Ele é o oleiro.

Para alguns minhas palavras talvez soem como um reducionismo ou uma simplificação, mas dentro de um olhar da criatura para o criador em seus atos soberanos assim é que é. (Is. 64.8; Rm 9.20) Isso não nos impede de pensar em alguns aspectos que fazem parte dessa reflexão da vida em sua complexidade e angústia, como lembrar por exemplo que toda tragédia tem sua origem fundamental no fato de vivermos em um mundo marcado pelo pecado em toda a sua crueza. Isso é fato.

Ao olhar agora para o Haiti, muitos irão chorar, lamentar e questionar: por que algo assim acontece? Porém, a maioria das pessoas nem ligaram para os apelos do povo Haitiano, diante de uma tragédia social ao longo dos anos, onde crianças, adultos e velhos chegam a comer biscoitos feitos de barro? Talvez agora com esta nova tragédia o mundo acorde e veja que existe um pais morrendo no caos da miséria e da injustiça e que precisa ser reconstruído em todos os seus aspectos, principalmente espiritualmente. Talvez agora com a morte de milhares de uma só vez, seja barrada a morte de milhões ao longo dos anos.

Existia antes do terremoto uma tragédia silenciosa maior que o barulho e a tragédia do terremoto. Pecado. Ganância, insensibilidade, desamor. Almas cauterizados.

O que acontecerá daqui pra frente, só Deus sabe. Os pensamentos de Deus estão muito acima dos nossos. Podemos especular e refletir, mas a resposta vem de Deus. Talvez o Senhor nos revele o que virá depois do sofrimento de tantos de uma só vez. O povo haitiano já vinha pedindo socorro a bastante tempo e eram ignorados. Agora de um jeito ou de outro o Haiti será enxergado.

Os mistérios da vida são ignorados por nós, humanos limitados e desconhecedores dos caminhos divinos. Porém Deus nunca é surpreendido, Ele é Senhor do tempo e do destino, para Ele tudo está claro e seus planos estão coordenados e soberanamente definidos.

A nós, só nos resta ajudar no que pudermos e aguardar o dia quando todos os mistérios serão revelados, onde Deus restaurará todas as coisas. A Injustiça, a dor e o sofrimento farão parte do passado. (Apoc. 21: 4).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DICIONÁRIO "MARANHENSE" !!!

Por



Rev. João d'EçaJoão do Vale, nosso poeta popular, em uma de suas canções diz: "minha terra tem belezas que em versos não sei dizer; mesmo porque não tem graça, só se vendo pode crer..."As coisas do Maranhão são espetaculares, sua natureza é exuberante, suas cidades são magnificas e sua Capital é encantadora. Eu amo minha cidade de paixão.Há muita coisa que não gosto em São Luís, não tem nada a ver com a natureza ou com a sua história, mas tem a ver com algumas pessoas que tiram a paz de outras pessoas, sem respeitar os seus direitos, mas isso é outra história...Quero lhes apresentar algumas palavras do vocabulário popular maranhense (está bastante incompleto, mas já é alguma coisa, desafio os leitores a me escreverem e me ensinarem novas palavras desse nosso rico "dicionário popular maranhense").Recebi de um amigo, numa lista de E-mails, essa lista que lhes apresento abaixo, achei muito divertido e interessante, fiz algumas adaptações e publico aqui e agora…

"LANÇA O TEU SOBRE AS ÁGUAS" - Eclesiastes 11: 1

PorRev. João d'EçaO texto diz: "Lança o teu pãp sobre as águas, porque depois de muitos dias o acharás"O que será que as Escrituras Sagradas estão nos ensinando aqui?A palavra "pão" sempre foi figura daquilo que ganhamos no dia-a-dia. As pessoas nos indagam: - "Você está indo pra onde?"- Vou ganhar o pão de cada dia (trabalho).Os estudiosos do AT, nos dizem que aqui há duas figuras:1ª Figura: AS CHEIAS DO RIO NILO - Eles jogavam as sementes quando a enchente estava baixando, no final da baixa, as sementes do trigo e da cevada, floresciam.2ª Figura: O COMERCIANTE - O comerciante pegava o seu barco, carregava com os bens que havia produzido e sai para comercializar em outras terras. "Lança o teu pão sobre as águas, porque depois de muitos dias o acharás".No versículos 2, o escritor sagrado nos dá uma lição preciosa, ele nos diz que devemos diversificar a nossa aplicação, porque não sabemos o que ácontecerá amanhã.Como servos dos Deus vivo, o S…

QUALIDADES DE UM BOM DESPENSEIRO.

Por Rev. João d'Eça Sermão pregado na Igreja Presbiteriana Monte Moriah, São Luís, MA, dia 14/01/2007 As qualidades de um bom despenseiro. "Servi uns aos outros, cada um conforme o dom que recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus". (I Pedro 4: 10). Introdução: O termo despenseiro tem o significado de alguém que cuida da despensa, ou seja, é o local da casa onde se guarda os alimentos e os outros mantimentos, nesse caso, despenseiro é o que toma de conta de toda a despensa, é uma espécie de Mordomo. No caso do texto básico da mensagem, despenseiro é aquele que administra os dons da multiforme graça de Deus, de maneira que pessa abençoar a si mesmo e ao seu próximo. * Muitas pessoas pensam que todas as coisas são sua propriedade. * A Bíblia nos ensina diferente, pois diz: "Do Senhor é a Terra e a sua plenitude, o mundo e os que nele habitam." ( Salmos 24:1). O profeta Ageu diz também: "O ouro e a prata são seus." * O…