Pular para o conteúdo principal

O QUE O MST TEM A OFERECER?

Por

Rev. João d'Eça

O que o MST, (movimento de bandoleiros que vivem "mamando nas tetas do Governo Federal", com o único objetivo de fazer baderna e que por trás estão os que querem tentar novamente implantar o comunismo no Brasil), tem a ver com educação, para o governo Jackson Lago dizer:
Esse é um momento muito forte de integração da sociedade com o Governo do Estado nesse grande esforço que tem que ser feito para enfrentar essa chaga que é o analfabetismo. Educação é libertação e nós vamos erradicar o analfabetismo com essa grande aliança, com a participação de todos”, disse o governador. Click aqui no Link para o site oficial do governo. O que senhor Governador, o MST tem a oferecer à sociedade?
A meta do MST é a tomada do poder, é um movimento ilegal, apoiador de bandidos. O MST é a Coordenadoria Latino-Americana de organizações do Campo (Cloc), que tem como objetivo deflagrar a aceleração da luta de classes, em prol da agenda das esquerdas populares.
O MST é parte de um conglomerado que envolve a Contag (Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura), o PT (Partido dos Trabalhadores), a CUT (Central Única dos Trabalhadores), a CPT (Comissão Pastoral da terra - ingênuo útil ou subversívos), da Igreja Católica e de várias ONGs nacionais e do estrangeiro, que possuem muito dinheiro para bloguear estradas, promover invasões, ocuparem prédios públicos, cuja meta é a tomada do poder a qualquer custo.
O governo Jackson Lago está enganando o povo maranhense, pois o que é ensinado nos acampamentos desses "bandoleiros" do MST, não é educação, mas é doutrinamento-político-alienante, através da sua cartilha mantada à partir dos ensinos de marginais como: Lenin, Stálin, Mao, Fidel, Chaves, Gramsci e outros.
O Governador Jackson Lago já afrontou a população de São Luís, quando convidou o "projeto" de comunista Hugo Chaves, a vir discursar da sacada do Palácio dos Leões, pra meia dúzia de estudantes "cegos" pela ideologia vermelha.
O discurso alienante dessa gente é: "A nossa grande causa é a libertação do proletariado, conseguida através da reforma agrária e do socialismo, através de todas as formas de luta possível, tendo sempre em mente o poder."

Nas suas propostas estão o seguinte, como informam: "Defendemos a idéia de que somente as grandes mobilizações de massa podem alterar a co-relação de forças atuais na sociedade brasileira e colocar na pauta o projeto popular - e não apenas medidas paliativas, como querem setores moderados da oposição; estimulamos todas as formas de luta de massas por necessidade imediata, como ocupações de terras, de moradias, mobilizações de desempregados e ocupações de fábricas; estimulamos outros setores para que também o façam."

Na área educacional, eles pensam: "Nas áreas reformadas tentamos desenvolver um novo método de educação, garantindo que todos tenham acesso à escola e sejam aplicados conhecimentos voltados para as necessidades dos trabalhadores." E ainda mais: "o MST se empenha para que as organizações sociais e políticas de esquerda retomem o trabalho de formação de militantes, com uma nova concepção: a de que é possível implantar o socialismo".
São esses os seus planos para os maranhenses governador Jackson Lago? Entregar a educação do povo sofrido do interior nas mãos de bandidos que deveriam estar presos em penitenciária de máxima segurança e que querem doutrinar a gente humilde do Estado, manipulando-as para servirem aos seus propósitos de dominação? É isso que o senhor quer governador?
O Manual do MST:
Tudo se extrai da massa - A massa é fonte inesgotável de tudo o que se necessita para a organização. Depende apenas da capacidade e da criatividade dos dirigentes.
Combinação de diferentes formas de luta - A organização de massa não deve bitolar-se em desenvolver uma forma de luta e de pressão apenas. Deve buscar a combinação de diferentes formas para confundir o inimigo e atacar em diferentes frentes. Embora os objetivos táticos sejam diversos, devemos combinar nossos objetivos estratégicos com outras organizações para atuar na terra, nas fábricas, nas escolas, nos bancos, no Parlamento ou naquela luta mais avançada ainda.
A estruturação orgânica - Mobilizar é diferente de organizar. O movimento de massa, além de mobilizado, deve estar profundamente organizado. Sem mobilizar é difícil organizar. Uma coisa depende da outra. A massa cresce e se educa quando se mobiliza. Qualifica os militantes e atrai os indecisos.
A massa tem necessidades e aspirações próprias - Muitas vezes as aspirações do dirigente não são as mesmas da massa. Nesse caso, é preciso desenvolver um trabalho ideológico para fazer com que as aspirações da massa adquiram caráter político e revolucionário.
Os dirigentes - É fundamental reconhecer a importância da direção, que tem a responsabilidade de conduzir a organização, elaborar métodos de trabalho, formular propostas, analisar a realidade, buscar recursos, programar as atividades, colocar bem as lideranças ou quadros, formar mais companheiros para a luta, distribuir as tarefas de acordo com as capacidades, controlar a organização e aplicar todos os princípios revolucionários.
A educação da massa - O conteúdo ideológico e político a ser passado para as massas deve ser planejado antes e transmitido nos momentos de mobilização - ou por meio dos meios de comunicação.
Articulação das lutas - Nenhum movimento, por mais forte que seja, pode sobreviver sem articulação com outros movimentos ou outras forças importantes. A articulação das diversas lutas desenvolvidas por diferentes forças deve primar pelo caráter classista procurando atingir objetivos táticos imediatos e estratégicos a longo prazo.
A massa precisa de vitórias - Ninguém se mobiliza de forma permanente se as mobilizações não trazem resultados concretos. As vitórias, mesmo que pequenas, devem ser comemoradas para servir de estímulo. As vitórias precisam também ser materiais. Não podem ser apenas políticas porque as reinvindicações são concretas (econômicas) e é por elas que ocorrem as mobilizações.
Grupo e massa - Trabalho de grupo e trabalho de massa são duas faces da mesma moeda. Ambos se complementam. Trabalhos de grupo, para nós, é fundamentalmente a organização de núcleos, os grupos-motores , dentro dos assentamentos onde está constituída a base do MST. O trabalho de massa refere-se às mobilizações e às ações programadas visando à conquista da terra, dos meios de produção e do poder, reinvindicações que complementam essa atividade.
Então é isso sr. governador? O senhor quer que o seu povo maranhense seja "Massa de Manobra" de bandidos? Ou será que V. Exa. é....

Comentários

Ruben Mukamatrix disse…
Como todo radical você peca por tomar partido. Quantos Bush e seu captalismo evangélico mandou matar?
Quantos a invasão protestante matou em nome de Cristo?
Você devia tomar conhecimento que o método sim, eu posso! desenvolvido por Cuba e sendo sucesso nos assentamentos do mst, já alfabetizou mais de 6 milhões em todo mundo.
A venezuela está comprando sementes desenvolvidas no maranhão e mandando milhões para cá. Não seja com seu irmão que só vê um lado das coisas. Nem uma ideologia é totalmente certa ou totalmente errada. Nós temos é que nos unir contra este grande mal que assola o Estado: o Analfabetismo. Que tal se as igrejas se transformassem em escolas durante o dia e alfabetizassem adultos à noite? Lembre-se, antes da ditadura, os evangélicos eram quem lideravam os movimentos sociais de luta. Até que nossos pastores se venderam aos generais. Paz, ainda que tardia!

Postagens mais visitadas deste blog

DICIONÁRIO "MARANHENSE" !!!

Por



Rev. João d'EçaJoão do Vale, nosso poeta popular, em uma de suas canções diz: "minha terra tem belezas que em versos não sei dizer; mesmo porque não tem graça, só se vendo pode crer..."As coisas do Maranhão são espetaculares, sua natureza é exuberante, suas cidades são magnificas e sua Capital é encantadora. Eu amo minha cidade de paixão.Há muita coisa que não gosto em São Luís, não tem nada a ver com a natureza ou com a sua história, mas tem a ver com algumas pessoas que tiram a paz de outras pessoas, sem respeitar os seus direitos, mas isso é outra história...Quero lhes apresentar algumas palavras do vocabulário popular maranhense (está bastante incompleto, mas já é alguma coisa, desafio os leitores a me escreverem e me ensinarem novas palavras desse nosso rico "dicionário popular maranhense").Recebi de um amigo, numa lista de E-mails, essa lista que lhes apresento abaixo, achei muito divertido e interessante, fiz algumas adaptações e publico aqui e agora…

"LANÇA O TEU SOBRE AS ÁGUAS" - Eclesiastes 11: 1

PorRev. João d'EçaO texto diz: "Lança o teu pãp sobre as águas, porque depois de muitos dias o acharás"O que será que as Escrituras Sagradas estão nos ensinando aqui?A palavra "pão" sempre foi figura daquilo que ganhamos no dia-a-dia. As pessoas nos indagam: - "Você está indo pra onde?"- Vou ganhar o pão de cada dia (trabalho).Os estudiosos do AT, nos dizem que aqui há duas figuras:1ª Figura: AS CHEIAS DO RIO NILO - Eles jogavam as sementes quando a enchente estava baixando, no final da baixa, as sementes do trigo e da cevada, floresciam.2ª Figura: O COMERCIANTE - O comerciante pegava o seu barco, carregava com os bens que havia produzido e sai para comercializar em outras terras. "Lança o teu pão sobre as águas, porque depois de muitos dias o acharás".No versículos 2, o escritor sagrado nos dá uma lição preciosa, ele nos diz que devemos diversificar a nossa aplicação, porque não sabemos o que ácontecerá amanhã.Como servos dos Deus vivo, o S…

QUALIDADES DE UM BOM DESPENSEIRO.

Por Rev. João d'Eça Sermão pregado na Igreja Presbiteriana Monte Moriah, São Luís, MA, dia 14/01/2007 As qualidades de um bom despenseiro. "Servi uns aos outros, cada um conforme o dom que recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus". (I Pedro 4: 10). Introdução: O termo despenseiro tem o significado de alguém que cuida da despensa, ou seja, é o local da casa onde se guarda os alimentos e os outros mantimentos, nesse caso, despenseiro é o que toma de conta de toda a despensa, é uma espécie de Mordomo. No caso do texto básico da mensagem, despenseiro é aquele que administra os dons da multiforme graça de Deus, de maneira que pessa abençoar a si mesmo e ao seu próximo. * Muitas pessoas pensam que todas as coisas são sua propriedade. * A Bíblia nos ensina diferente, pois diz: "Do Senhor é a Terra e a sua plenitude, o mundo e os que nele habitam." ( Salmos 24:1). O profeta Ageu diz também: "O ouro e a prata são seus." * O…