Pular para o conteúdo principal

INDENIZAÇÃO PARA OS DESCENDENTES DE ESCRAVOS.



Por

Rev. João d'Eça

Há algum tempo atrás, assistimos a uma reportagem onde um advogado egípcio estava entrando na justiça da Coorte Internacional, para cobrar do Estado de Israel uma indenização, que segundo ele era justificada, pelo episódio registrado na Bíblia, onde os israelitas, após serem libertados sob a liderança de Moisés, um dia antes da saída, sairam de casa em casa dos egípcios, e pediram deles objetos de ouro para levarem consigo na jornada pelo deserto.

O advogado egípcio entendia que a atitude dos israelitas foi um saque e que Israel devia reparar esse dano, indenizando os egípcios.

Como resposta um advogado israelense preparou uma ação para dar entrada no mesmo tribunal, cobrando dos egípcios uma indenização bilionária, pelos 400 anos de escravidão que os israelenses sofreram nas mãos dos egípcios. Resultado: nenhuma das ações tiveram andamento.

Não foi assim no Brasil. Aqui aconteceu ao contrário:

Um grupo de terroristas, bandidos, querrilheiros, sequestradores, que foram combatidos pelos militares desde 1964, porque eram criminosos comunistas, estão recebendo gordas indenizações e pensões vitalícias do (des)governo do PT, enquanto que os negros, que foram criminosamente arrancados de sua terra natal, na África, do meio das suas famílias, que tiveram seus pais e seus filhos torturados e mortos, que sofreram com séculos de escravidão, que foram relegados à marginalidade histórica no Brasil, que hoje formam uma população de quase 50% no país, são discriminados e esquecidos.

Quem deveria ser indenizado? Os criminosos da Guerrilha do Araguaia, os sequestradores de autoridades? Os detonadores de bomba? Ou os negros que injustamente foram vilipendiados pelas autoridades constituidas? O governo do PT separou uma fortuna fabulosa ( R$ 4 Bilhões de Reais), isso mesmo 4.000.000.000,00 para indenizar criminosos e querrilheiros, enquanto que os negros do Brasil, sofrem a falta de respeito e dignidade devidos, enquanto que alguns poucos "companheiros" ficam ricos, apesar de tudo.

4 Bilhões para indenizações de militantes comunistas e nada para os demais, inclusive os negros.

Enquanto isso, a população sofre sem infra-estrutura, sem educação, sem saúde (A Dengue está matando por mês, mais do que a Guerra do Iraque). As CPIs que são formadas para apurar os desvios de conduta dos que utilizam os cartões corporativos, são ridicularizadas com a não aprovação da convocação de autoridades que teriam muito o que explicar. As enchentes no Nordeste se repetem e nada de solução.

Os negros do meu país deveriam cobrar na justiça os seus direitos de dignidade. Deveriam exigir do Governo Federal a reparação legítima dos sofrimentos que sofreram os seus antepassados, e o Governo deveria separar também, bilhões de reais para indenização dos descendentes daqueles que foram injustamente escravizados ao longo da nossa história.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DICIONÁRIO "MARANHENSE" !!!

Por



Rev. João d'EçaJoão do Vale, nosso poeta popular, em uma de suas canções diz: "minha terra tem belezas que em versos não sei dizer; mesmo porque não tem graça, só se vendo pode crer..."As coisas do Maranhão são espetaculares, sua natureza é exuberante, suas cidades são magnificas e sua Capital é encantadora. Eu amo minha cidade de paixão.Há muita coisa que não gosto em São Luís, não tem nada a ver com a natureza ou com a sua história, mas tem a ver com algumas pessoas que tiram a paz de outras pessoas, sem respeitar os seus direitos, mas isso é outra história...Quero lhes apresentar algumas palavras do vocabulário popular maranhense (está bastante incompleto, mas já é alguma coisa, desafio os leitores a me escreverem e me ensinarem novas palavras desse nosso rico "dicionário popular maranhense").Recebi de um amigo, numa lista de E-mails, essa lista que lhes apresento abaixo, achei muito divertido e interessante, fiz algumas adaptações e publico aqui e agora…

QUALIDADES DE UM BOM DESPENSEIRO.

Por Rev. João d'Eça Sermão pregado na Igreja Presbiteriana Monte Moriah, São Luís, MA, dia 14/01/2007 As qualidades de um bom despenseiro. "Servi uns aos outros, cada um conforme o dom que recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus". (I Pedro 4: 10). Introdução: O termo despenseiro tem o significado de alguém que cuida da despensa, ou seja, é o local da casa onde se guarda os alimentos e os outros mantimentos, nesse caso, despenseiro é o que toma de conta de toda a despensa, é uma espécie de Mordomo. No caso do texto básico da mensagem, despenseiro é aquele que administra os dons da multiforme graça de Deus, de maneira que pessa abençoar a si mesmo e ao seu próximo. * Muitas pessoas pensam que todas as coisas são sua propriedade. * A Bíblia nos ensina diferente, pois diz: "Do Senhor é a Terra e a sua plenitude, o mundo e os que nele habitam." ( Salmos 24:1). O profeta Ageu diz também: "O ouro e a prata são seus." * O…

"LANÇA O TEU SOBRE AS ÁGUAS" - Eclesiastes 11: 1

PorRev. João d'EçaO texto diz: "Lança o teu pãp sobre as águas, porque depois de muitos dias o acharás"O que será que as Escrituras Sagradas estão nos ensinando aqui?A palavra "pão" sempre foi figura daquilo que ganhamos no dia-a-dia. As pessoas nos indagam: - "Você está indo pra onde?"- Vou ganhar o pão de cada dia (trabalho).Os estudiosos do AT, nos dizem que aqui há duas figuras:1ª Figura: AS CHEIAS DO RIO NILO - Eles jogavam as sementes quando a enchente estava baixando, no final da baixa, as sementes do trigo e da cevada, floresciam.2ª Figura: O COMERCIANTE - O comerciante pegava o seu barco, carregava com os bens que havia produzido e sai para comercializar em outras terras. "Lança o teu pão sobre as águas, porque depois de muitos dias o acharás".No versículos 2, o escritor sagrado nos dá uma lição preciosa, ele nos diz que devemos diversificar a nossa aplicação, porque não sabemos o que ácontecerá amanhã.Como servos dos Deus vivo, o S…