Pular para o conteúdo principal

SEGUIR A JESUS DE FORMA RADICAL

Esta é a mensagem pregada ontem na Igreja Presbiteriana Monte Moriah.

SEGUIR A JESUS DE FORMA RADICAL
Lucas 9: 56-62

INTRODUÇÃO:


Deus está sempre fazendo mais do que nós sabemos. Em cada evento em nossa vida e na vida da Igreja, da cidade, do Estado, do país e do mundo, Deus está sempre fazendo muito mais coisas do que nós sabemos. 99,9% dos propósitos específicos de Deus está oculto aos nossos olhos.

RADICAL.
Segundo o Dicionário Aurélio, a palavra RADICAL é um adjetivo de dois gêneros, ou seja, serve para adjetivar o masculino e o feminino ao mesmo tempo. RADICAL é aquele que não é moderado, que é inflexível. Pode ter uma conotação negativa ou positiva.

RADICALISMO:
1 - Qualquer doutrina ou comportamento que, sendo politicamente inflexível, provoca antagonismos.

2 - Comportamento ou opinião inflexível.

JESUS RESPONDE AOS SEUS POSSÍVEIS SEGUIDORES
Deus está sempre fazendo mais de uma coisa em tudo que faz. Então vamos a Lucas 9:56-62 para ver o que Jesus está fazendo a mais neste incomum e chocante série de encontros. Três supostos seguidores encontro de Jesus. E Jesus diz a cada um deles algo muito difícil e muito fácil.


- No versículo 57 para o homem que diz "Seguir-te-ei onde quer que fores", ele diz: "As raposas têm seus covis e as aves do céu, ninhos; mas o Filho do Homem não tem onde reclinar a cabeça".

- Em seguida, no versículo 59 Jesus toma a iniciativa e chama outro: "Segue-me." O homem responde: "Permite-me ir primeiro sepultar meu pai." Ao que Jesus responde no versículo 60, "Deixa os mortos o sepultar os seus próprios mortos. Tu porém, vai e prega o reino de Deus."

- Em seguida, um terceiro candidato para o discipulado diz no versículo 61, "Seguir-te-ei, Senhor; mas deixa-me primeiro despedir-me dos de casa." Jesus responde no versículo 62, "Ninguém que, tendo posto a mão no arado, olha para trás é apto para o reino de Deus".

Mais do que uma só coisa está acontecendo em cada um desses encontros.

Para ver claramente o caminho que Jesus propõe, precisamos voltar para o versículo 51 para nos certificar de que iremos entender que existe uma tensão no ar.

No versículo 51 diz: "E aconteceu que, ao se completarem os dias em que ele devia ser assunto ao céu, manifestou, no semblante, a intrépida resolução de ir para Jerusalém.”

"ELE DECIDIU IR A JERUSALÉM"

Agora sabemos o que Jerusalém significa para Jesus. Ele disse aos seus apóstolos, em Lucas 18:31-33: "Tomando consigo os doze, disse-lhes Jesus: Eis que subimos para Jerusalém, e vai cumprir-se ali tudo quanto está escrito por intermédio dos profetas, no tocante ao Filho do Homem; pois será ele entregue aos gentios, escarnecido, ultrajado e cuspido; e, depois de o açoitarem, tirar-lhe-ão a vida; mas, ao terceiro dia, ressuscitará”.

E então, quando ele chegou à cidade, Lucas 19:41-42 diz: "Quando ia chegando, vendo a cidade, chorou, e dizia: Ah! Se conheceras por ti mesma, ainda hoje, o que é devido à paz! Mas isto está agora oculto aos teus olhos."

Jesus "Manifestou no semblante [no rosto], a intrépida resolução de ir para Jerusalém." Então, para esclarecer as implicações de ir a Jerusalém, Lucas nos diz o que aconteceu em seguida e por quê.

Versículo 52: "e enviou mensageiros que o antecedessem. Indo eles, entraram numa aldeia de samaritanos para lhe preparar pousada”.

Esta é a lição para nós: Se você se juntar a Jesus no caminho para Jerusalém, você pode não ter um lugar para ficar. Você pode não ser popular. Você pode ser rejeitado.

Agora estamos prontos para ver claramente o que acontece no texto, versículos 56-62.

Três vezes lemos a palavra "seguir" para descrever o que significa ser discípulo de Jesus. Versículo 57: "Seguir-te-ei." Versículo 59: "Segue-me." Versículo 61: “Eu te seguirei."

O ensino aqui é como ser um discípulo de Jesus: "E qualquer que não tomar a sua cruz e vier após mim não pode ser meu discípulo. " (Lc 14,27).

"SEGUE-ME! - Duas Vezes

Mais de uma coisa está acontecendo aqui. Quando Jesus diz: "Segue-me", e fala no contexto de ir a Jerusalém, logo após ter sido rejeitado em Samaria,, ele está dizendo claramente duas coisas:

1 – Ele está dizendo: "Siga-me."
2 - E ele está dizendo: "Siga-me."

Esta é a forma do discipulado, sempre foi desse jeito e sempre será.

Quando Jesus diz no final da sua vida: "Ide, fazei discípulos de todas as nações!" Ele diz a cada um de nós, Há um caminho e há sofrimento que enfrentaremos pelo caminho.

Apesar das dificuldades do discipulado, Jesus prometeu:

"todo poder me foi dado no céu e na terra." E depois ele disse:: "Eis que estarei convosco todos os dias até a consumação dos séculos." - Ele está dizendo VÁ! Eu vou estar com você.

Entenderam a resposta que Jesus dá aos pretensos seguidores:

• Não há lugar para reclinar a cabeça.

• Deixe que os mortos enterrem seus mortos.

• Ponha a mão no arado e não olhe pra trás.

Ele estava ensinando, e ele estava testando.

-Ele estava ensinando que o caminho do Calvário para Jerusalém será um caminho muito difícil, e exigirá sacrifícios do lar e da família.

-E ele estava testando, para ver se ele próprio era o maior tesouro de suas vidas.
Eles disseram, "Eu te seguirei." E Jesus disse: "Sério?

Você me ama, Eu sou o tesouro da tua vida? Aqui está o que vai te custar.

Portanto, duas coisas aprendemos aqui:

Em primeiro lugar, Jesus oferece-se para o nosso convívio, amizade e parceria no discipulado. Basta pensar nisso. Ele é o Criador do universo. O Rei dos reis e Senhor dos senhores. Nele estão escondidos todos os tesouros da sabedoria e do conhecimento.

A segunda coisa que aprendemos aqui, é que Jesus está fazendo um teste. Será que Jesus Cristo é realmente o Senhor da tua vida? (silêncio!!!!). Ele é realmente o teu tesouro? A tua alegria? A tua segurança? A tua esperança? O amigo a quem você procura nos momentos de solidão? Ele é o senhor da tua casa? (silêncio!!!!) Ele é mais importante que teu pai, que tua mãe? Se você responde afirmativamente a estas perguntas, ele diz o que isso vai te custar.

Porém irmãos, não pense que o fato de seguir a Jesus vai tirar tudo o que você tem ou te transformar num fanático. Não faça essas duras palavras de Cristo, serem mais difíceis do que são.

Ele não está dizendo:

"Você nunca terá uma cama, um travesseiro ou um telhado sobre a tua cabeça."

Ele não está dizendo:

"Que seja errado preparar o funeral de um pai ou uma mãe."

Ele não está dizendo:

Que você terá de estar o tempo todo na igreja. E que isso deva implicar perder o emprego ou a família. Não, não é isso.

- Para o jovem rico Jesus disse:

Vai custar-lhe todas as suas posses para seguir-me: "vai vende tudo o que tens, dá aos pobres, e terás um tesouro no céu; depois vem e segue-me" (Mateus 19: 21).

- Mas quando Jesus entrou na casa de Zaqueu, o próprio Zaqueu disse:

"Senhor, resolvo dar aos pobres a metade dos meus bens. E se nalguma coisa eu tiver defraudado alguém, restituo quatro vezes mais." E Jesus respondeu com alegria: "Hoje veio a salvação a esta casa." (Lucas 19:8-9).

JESUS CONHECE O ÍDOLO DE CADA PESSOA

Mesmo com duras palavras, ele trata com cada um de modo diferente.

- A um ele diz: Você precisa dar todo o teu dinheiro!

- Do outro ele se alegra com a metade!

- A outro ele diz: Você quer me seguir? Não tem cama para onde vamos!

- A outro ele diz: “Deixe os mortos o enterrar seus próprios mortos”.

Jesus sabe qual é o ídolo de todos. Jesus sabe perfeitamente o que está no teu coração.

VOCÊ É APEGADO À SUA CASA?

Assim, ele levanta a questão no versículo 58 "O Filho do Homem não tem onde reclinar a cabeça." Você pode segui-lo?

- O entretenimento em casa, seus móveis, a segurança que você aprecia, o conforto no ambiente do teu lar. Não tem baratas, não tem ratos, não tem formigas. Seu equipamento de som, Sua TV de plasma de 150 canais?

- Jesus diz: Segue-me. Eu sou mais precioso, mais satisfatório do que estas coisas?

VOCÊ É APEGADO A SUA FAMÍLIA?

Ele levanta a questão sobre a nossa família, no versículo 60: "Deixai aos mortos o sepultar os seus próprios mortos. Tu, porém, vai e prega o reino de Deus”.

- Quem você mais preza: parentes mortos espiritualmente, ou Jesus Cristo?

- A questão não é que um crente não deva se preocupar com o funeral de seu pai. O ponto em questão é como ele revela o que é mais importante para ele.

- Quem está em primeiro lugar, Cristo ou a família?

- Jesus Cristo exige de nós absoluta lealdade e todas as demais são relativas.

- A questão é: Você quer a Cristo acima de tudo? Você quer segui-lo mais do que qualquer coisa?

O PERIGO DE DISCIPULADO INDEFINIDO

Ele levanta a questão no versículo 62 sobre os inconstantes. O perigo do crente indeciso. "Ninguém que, tendo posto a mão no arado, olha para trás é apto para o reino de Deus".

- Ninguém consegue arar da forma correta, se olhar para trás.

- Você não pode ser um verdadeiro discípulo de Cristo, se você está sempre tentando adivinhar o valor de segui-lo.

- Olhar para trás, significa pensar nas coisas deste mundo ou no conforto de cada dia.

- Isso significa que não estamos realmente certos de que é isso que queremos. É estar com o coração dividido. Não serve a Deus, ao mundo, nem a si próprio!

CONCLUSÃO:

Vale a pena seguir a Jesus, mesmo sabendo-se que ele vai para Jerusalém encontrar a morte. Sim, ele vai morrer em Jerusalém. Mas isso não é uma má notícia. Essa é a nossa vida. Ele nos amou e se entregou por nós.

- Ele não disse: "Siga-me para Jerusalém", porque ele precisava de ajuda com a sua obra redentora, mas porque se você estiver com ele, você será salvo, e não só você será salvo, você será usado para a salvação de outros, e de acordo com o versículo 60 isto é mais precioso do que enterrar o pai.

Se Deus está movendo você para ser um verdadeiro discípulo, considere o fato de que ele estará sempre com você, apesar dos pesares.

“Siga-me" significa que é o caminho dele que devemos seguir, há sofrimento? Sim, mas há paz e doçura, há um preço a pagar? Sim, mas há a recompensa celestial.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DICIONÁRIO "MARANHENSE" !!!

Por



Rev. João d'EçaJoão do Vale, nosso poeta popular, em uma de suas canções diz: "minha terra tem belezas que em versos não sei dizer; mesmo porque não tem graça, só se vendo pode crer..."As coisas do Maranhão são espetaculares, sua natureza é exuberante, suas cidades são magnificas e sua Capital é encantadora. Eu amo minha cidade de paixão.Há muita coisa que não gosto em São Luís, não tem nada a ver com a natureza ou com a sua história, mas tem a ver com algumas pessoas que tiram a paz de outras pessoas, sem respeitar os seus direitos, mas isso é outra história...Quero lhes apresentar algumas palavras do vocabulário popular maranhense (está bastante incompleto, mas já é alguma coisa, desafio os leitores a me escreverem e me ensinarem novas palavras desse nosso rico "dicionário popular maranhense").Recebi de um amigo, numa lista de E-mails, essa lista que lhes apresento abaixo, achei muito divertido e interessante, fiz algumas adaptações e publico aqui e agora…

"LANÇA O TEU SOBRE AS ÁGUAS" - Eclesiastes 11: 1

PorRev. João d'EçaO texto diz: "Lança o teu pãp sobre as águas, porque depois de muitos dias o acharás"O que será que as Escrituras Sagradas estão nos ensinando aqui?A palavra "pão" sempre foi figura daquilo que ganhamos no dia-a-dia. As pessoas nos indagam: - "Você está indo pra onde?"- Vou ganhar o pão de cada dia (trabalho).Os estudiosos do AT, nos dizem que aqui há duas figuras:1ª Figura: AS CHEIAS DO RIO NILO - Eles jogavam as sementes quando a enchente estava baixando, no final da baixa, as sementes do trigo e da cevada, floresciam.2ª Figura: O COMERCIANTE - O comerciante pegava o seu barco, carregava com os bens que havia produzido e sai para comercializar em outras terras. "Lança o teu pão sobre as águas, porque depois de muitos dias o acharás".No versículos 2, o escritor sagrado nos dá uma lição preciosa, ele nos diz que devemos diversificar a nossa aplicação, porque não sabemos o que ácontecerá amanhã.Como servos dos Deus vivo, o S…

QUALIDADES DE UM BOM DESPENSEIRO.

Por Rev. João d'Eça Sermão pregado na Igreja Presbiteriana Monte Moriah, São Luís, MA, dia 14/01/2007 As qualidades de um bom despenseiro. "Servi uns aos outros, cada um conforme o dom que recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus". (I Pedro 4: 10). Introdução: O termo despenseiro tem o significado de alguém que cuida da despensa, ou seja, é o local da casa onde se guarda os alimentos e os outros mantimentos, nesse caso, despenseiro é o que toma de conta de toda a despensa, é uma espécie de Mordomo. No caso do texto básico da mensagem, despenseiro é aquele que administra os dons da multiforme graça de Deus, de maneira que pessa abençoar a si mesmo e ao seu próximo. * Muitas pessoas pensam que todas as coisas são sua propriedade. * A Bíblia nos ensina diferente, pois diz: "Do Senhor é a Terra e a sua plenitude, o mundo e os que nele habitam." ( Salmos 24:1). O profeta Ageu diz também: "O ouro e a prata são seus." * O…