Pular para o conteúdo principal

OS POLÍTICOS "LIMPOS", OS "SUJOS" E A JUSTIÇA ELEITORAL.

Por
Rev. João d'Eça
NO BRASIL NÃO HÁ OBRIGATORIEDADE DO VOTO, O QUE HÁ É OBRIGATORIEDADE DE COMPARECIMENTO ÀS URNAS. Ninguém é obrigado a escolher ninguém. O voto é secreto e não há como saber se eu escolhi ou não. Estou pensando seriamente em não escolher candidatos a vereadores, afinal de contas, pra que eles servem?
Dizem que os vereadores servem para fiscalizar as ações do governo municipal e para fazerem projetos e leis que beneficiem a população, mas na prática sabemos que não é bem assim. Como é então? Já que o prefeito é quem tem a chave do "cofre" da prefeitura, ele irá garantir a suposta governabilidade, cooptando os vereadores para o seu lado em troca de benesses e da garantia da reeleição nas próximas eleições, além dos projetos governamentais que precisam ser aprovados e para isso, vale uma "boquinha" para cada um dos "aliados". ENTÃO ME RESPONDA: ELES VÃO FISCALIZAR O QUE???????
Em pleitos anteriores eu via os candidatos preocupados com a população do seu reduto eleitoral, sem infra-estrutura, e procuravam pelo menos, passar uma máquina em uma rua, queimá-la de breu ou mesmo asfaltá-la, mostrando assim um serviço inicial, para que os eleitores confiassem que aquele, depois de eleito, iria fazer muito mais. Também os prefeitos no cargo, querendo eleger os seus sucessores, rasgavam ruas, limpavam praças, iluminavam bairros, etc, mas hoje, a população que se dane, não se vê mais os políticos fazerem esse tipo de trabalho, é como se dissessem: - Se quiserem votar em mim ou no meu candidato, que votem, se não quiserem, vão à PQP.
O que mais me intriga nisso tudo é a postura da Justiça Eleitoral. Está gastando uma fortuna para produzir propaganda que diz que devemos escolher bem os candidatos para não ficarmos 4 anos lamentando o que perdemos. Mostram um homem perdendo a passagem de um cometa, um outro perdendo a passagem por uma via-férrea, uma mulher dando voltas sem sentido e um jovem com um tremilique incontrolável nas pernas.
A mensagem é: SE ESCOLHERMOS POLÍTICOS "SUJOS", FICAREMOS COMO AQUELES PERSONAGENS, 4 ANOS A VER NAVIOS!!
Mas como a população pode escolher certo, se a própria Justiça Eleitoral liberou a candidatura de gente com ficha "suja"? De gente que responde processo por suspeitas de todos os tipos e quer imunidade parlamentar pra se livrar do processo ou pelo menos atrasá-lo o máximo possível.
Por essas e outras, acho melhor me abster de votar nas próximas eleições. Vou cumprir com a minha OBRIGAÇÃO e comparecer às urnas, mas, votar! Ai já é outra história.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

QUALIDADES DE UM BOM DESPENSEIRO.

Por Rev. João d'Eça Sermão pregado na Igreja Presbiteriana Monte Moriah, São Luís, MA, dia 14/01/2007 As qualidades de um bom despenseiro. "Servi uns aos outros, cada um conforme o dom que recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus". (I Pedro 4: 10). Introdução: O termo despenseiro tem o significado de alguém que cuida da despensa, ou seja, é o local da casa onde se guarda os alimentos e os outros mantimentos, nesse caso, despenseiro é o que toma de conta de toda a despensa, é uma espécie de Mordomo. No caso do texto básico da mensagem, despenseiro é aquele que administra os dons da multiforme graça de Deus, de maneira que pessa abençoar a si mesmo e ao seu próximo. * Muitas pessoas pensam que todas as coisas são sua propriedade. * A Bíblia nos ensina diferente, pois diz: "Do Senhor é a Terra e a sua plenitude, o mundo e os que nele habitam." ( Salmos 24:1). O profeta Ageu diz também: "O ouro e a prata são seus." * O…

DICIONÁRIO "MARANHENSE" !!!

Por



Rev. João d'EçaJoão do Vale, nosso poeta popular, em uma de suas canções diz: "minha terra tem belezas que em versos não sei dizer; mesmo porque não tem graça, só se vendo pode crer..."As coisas do Maranhão são espetaculares, sua natureza é exuberante, suas cidades são magnificas e sua Capital é encantadora. Eu amo minha cidade de paixão.Há muita coisa que não gosto em São Luís, não tem nada a ver com a natureza ou com a sua história, mas tem a ver com algumas pessoas que tiram a paz de outras pessoas, sem respeitar os seus direitos, mas isso é outra história...Quero lhes apresentar algumas palavras do vocabulário popular maranhense (está bastante incompleto, mas já é alguma coisa, desafio os leitores a me escreverem e me ensinarem novas palavras desse nosso rico "dicionário popular maranhense").Recebi de um amigo, numa lista de E-mails, essa lista que lhes apresento abaixo, achei muito divertido e interessante, fiz algumas adaptações e publico aqui e agora…

"LANÇA O TEU SOBRE AS ÁGUAS" - Eclesiastes 11: 1

PorRev. João d'EçaO texto diz: "Lança o teu pãp sobre as águas, porque depois de muitos dias o acharás"O que será que as Escrituras Sagradas estão nos ensinando aqui?A palavra "pão" sempre foi figura daquilo que ganhamos no dia-a-dia. As pessoas nos indagam: - "Você está indo pra onde?"- Vou ganhar o pão de cada dia (trabalho).Os estudiosos do AT, nos dizem que aqui há duas figuras:1ª Figura: AS CHEIAS DO RIO NILO - Eles jogavam as sementes quando a enchente estava baixando, no final da baixa, as sementes do trigo e da cevada, floresciam.2ª Figura: O COMERCIANTE - O comerciante pegava o seu barco, carregava com os bens que havia produzido e sai para comercializar em outras terras. "Lança o teu pão sobre as águas, porque depois de muitos dias o acharás".No versículos 2, o escritor sagrado nos dá uma lição preciosa, ele nos diz que devemos diversificar a nossa aplicação, porque não sabemos o que ácontecerá amanhã.Como servos dos Deus vivo, o S…