Pular para o conteúdo principal

JESUS E A MOÇA DO POÇO (João 4: 7-26)

A moça do poço é a mulher samaritana no relato de João, o evangelista.

A água nas regiões do Oriente Médio é um produto escasso, por esta razão, a população vê-se forçada a recorrer aos poços e essa tarefa é uma atividade essencialmente feminina.

Segundo o texto de João, Jesus Cristo, ao meio-dia, estando cansado, sentou-se jun to a fonte de Jacó, quando uma mulher samaritana veio encher o seu pote, o que ocasionou um diálogo entre um judeu e uma samaritana, algo incomum naquela época devido a rivalidade entre judeus e os de Samaria.

Jesus trata cada pessoa de acordo com a sua realidade e necessidade. Com Nicodemos (cap. 3), o diálogo foi diferente desse diálogo com a mulher samaritana. Ela era uma mulher cuja vida moral era duvidosa, além dela ser uma mulher carnal, segundo nos informa o evangelista, quando diz que ela vivia maritalmente com um homem que não era o seu marido, como Jesus falou durante o diálogo.

Esse episódio nos traz muitas lições para o nosso despertamento espiritual. Jesus quebra a barreira do preconceito e inicia um diálogo com ela. Dai vemos:

1 - POR QUE JESUS FALA COM ELA?

Jesus inicia o diálogo dizendo: "Dá-me de beber." Pede um favor a ela. Jesus começa abrindo a conversa, não é ela quem inicia o diálogo, e, por meio da sua onisciência, mesmo sabendo da sua situação não a acusa de pecadora, não lhe lança no rosto o seu erro, mas ao invés disso, a trata com respeito e carinho e com um simples pedido, inicia uma conversa de consequências eternas.

Chamando a atenção para a água, produto valiosíssimo por aquelas paragens, Jesus encaminha o diálogo para o lado espiritual, quebrando a barreira do preconceito religioso e racial entre os que durante o cativeiro se mantiveram unidos (judeus) e os que se misturaram com outros povos (samaritanos).

- O senhor é judeu, e eu sou samaritana. Então como é que o senhor me pede água? (NTLH)

Existem muitas questões sobre a declaração da mulher samaritana: Como ela sabia que Jesus era judeu?

Comentaristas dizem que foi devido ao sotaque de Jesus, combinado com as franjas das vestes que ele usava, de acordo com as exigências da lei mosaica, as quais os samaritanos não adotavam.

O certo é que o principal do episódio, é que Jesus queria continuar o diálogo com a mulher de Samaria, porque ele tinha um propósito definido para aquela conversa, ele queria chegar ao ponto principal. A conversa desenrolou-se na maior cortesia e respeito, porém, agressiva do ponto de vista de se chegar ao ponto principal, a vida da mulher e a sua necessidade de perdão dos pecados. jesus sabia que pessoas habituadas a uma vida de pecados, não se interessam por assuntos constrangedores, que dizem respeito as suas intimidades e que acabem em temas de espiritualidade. Jesus dirige-se a ela para falar da necessidade suprema de sua alma, o perdão dos seus pecados e uma nova vida em Cristo. Por esta razão Jesus lhe declara:

- Se você soubesse o que Deus pode dar e quem é que está lhe pedindo água, você pediria, e ele lhe daria a água da vida (NTLH). Ou seja, eu posso lhe dar a água que acalma a alma, que sacia a sêde, que mata a concupiscência e que satisfaz o espírito, ou melhor, eu sou o que posso te dar o perdão dos teus pecados e te transportar para o meu reino. Argumentando assim, Jesus:

2 - JESUS CONVENCE A MULHER DO SEU PECADO.

Jesus faz com que ela perceba o seu triste estado de perdição, mostra a ela a sua culpa na quebra do sétimo mandamento, Quando Jesus diz a ela: "Vá chamar o seu marido e volte aqui!" (NLTH). São palavras de investigação que penetram no mais profundo da sua consciência, tanto é que imediatamente ela responde:

- Não tenho marido.

Jesus então lhe diz:

- Você está certa ao dizer que não tem marido, pois já teve cinco, e este que você tem agora não é, de fato, seu marido. Sim você falou a verdade. (NTLH).

A mulher então retruca:

- Agora sei que o senhor é um profeta. (NTLH).

Quando a mulher vê a sua vida descortinada por um estranho, os seus segredos mais íntimos descoberto por um desconhecido, ela reconhece o pecado que tanto tentou esconder e começa a sentir o peso da culpa que estava sobre os seus ombros. jesus fala diretamente ao coração da mulher, então a "Água Viva" que a mulher havia pedido, ela já começa a beber.

- Por favor, me dê dessa água! Assim eu nunca mais terei sede e não precisarei mais vir aqui buscar água.

Enquanto o homem natural não reconhecer-se pecador, ficará sempre indiferente e terá o seu coração endurecido e a sua mente escravizada e os seus olhos cegos para a luz de Deus. "O diabo cegou o entendimento dos incrédulos, para que não vejam a luz de Deus" (II Cor. 4: 3, 4).

Nosso propósito é apresentar a palavra do Evangelho ao pecador, porque cremos que o entendimento só pode ser aberto e liberado pela Graça de Deus, através da pregação da sua Palavra. quando o anúncio do evangelho alcança os ouvidos do pecador, os eleitos de Deus são despertados do seu profundo sono do pecado e são ressuscitados da sua morte espiritual em vida, para o entendimento da verdade do Evangelho de Jesus Cristo, para a boa nova de salvação.

Finalmente...

3 - JESUS CONCEDE A SUA GRAÇA SALVADORA À MULHER.

Jesus lhe diz:

- Quem beber dessa água (do poço) terá sede de novo, mas a pessoa que beber da água que eu lhe der nunca mais terá sede. Porque a água que eu lhe der se tornará nela uma fonte de água que dará vida eterna. (NTLH - grifo meu).

Quando o pecador se mantêm de olhos fechados e ouvidos tapados para não ver a luz do Senhor e nem ouvir o chamado do Evangelho de Cristo, a sede da alma não cessará e o desejo de continuar preenchendo o vazio da alma com o pecado, continuará. Só Jesus Cristo pode preencher o vazio da alma humana, somente ele pode proporcionar felicidade verdadeira. Somente em jesus Cristo é que há redenção para a alma amargurada.

CONCLUSÂO:

O que vemos aqui neste quadro?

  • Jesus levantando do lamaçal existencial, uma mulher escravizada por muitos pecados;
  • Jesus censura o sitema religiosos dos samaritanos e diz que Deus requer um culto espiritual e realizado com sinceridade absoluta;
  • Deus não tem forma corpórea e não está preso a nenhum ambiente ou lugar. Não é no monte Gerizim e nem em Jerusalém, mas no coração e no entendimento de uma mente transformada;
Uma vez perguntaram a uma criança de cinco anos, onde estaria Deus: Se mar, no céu ou na terra; ao que ela pondo a mão sobre o peito respondeu: "Está aqui."

Este é o lugar onde Deus deve estar, no teu coração.

"Quem crer em mim, como diz a Escritura, do seu interior fluirão rios de água viva." (João 7:38).

Obs.: Os textos bíblicos em itálico são da Nova Tradução na Linguagem de Hoje - NTLH.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DICIONÁRIO "MARANHENSE" !!!

Por



Rev. João d'EçaJoão do Vale, nosso poeta popular, em uma de suas canções diz: "minha terra tem belezas que em versos não sei dizer; mesmo porque não tem graça, só se vendo pode crer..."As coisas do Maranhão são espetaculares, sua natureza é exuberante, suas cidades são magnificas e sua Capital é encantadora. Eu amo minha cidade de paixão.Há muita coisa que não gosto em São Luís, não tem nada a ver com a natureza ou com a sua história, mas tem a ver com algumas pessoas que tiram a paz de outras pessoas, sem respeitar os seus direitos, mas isso é outra história...Quero lhes apresentar algumas palavras do vocabulário popular maranhense (está bastante incompleto, mas já é alguma coisa, desafio os leitores a me escreverem e me ensinarem novas palavras desse nosso rico "dicionário popular maranhense").Recebi de um amigo, numa lista de E-mails, essa lista que lhes apresento abaixo, achei muito divertido e interessante, fiz algumas adaptações e publico aqui e agora…

"LANÇA O TEU SOBRE AS ÁGUAS" - Eclesiastes 11: 1

PorRev. João d'EçaO texto diz: "Lança o teu pãp sobre as águas, porque depois de muitos dias o acharás"O que será que as Escrituras Sagradas estão nos ensinando aqui?A palavra "pão" sempre foi figura daquilo que ganhamos no dia-a-dia. As pessoas nos indagam: - "Você está indo pra onde?"- Vou ganhar o pão de cada dia (trabalho).Os estudiosos do AT, nos dizem que aqui há duas figuras:1ª Figura: AS CHEIAS DO RIO NILO - Eles jogavam as sementes quando a enchente estava baixando, no final da baixa, as sementes do trigo e da cevada, floresciam.2ª Figura: O COMERCIANTE - O comerciante pegava o seu barco, carregava com os bens que havia produzido e sai para comercializar em outras terras. "Lança o teu pão sobre as águas, porque depois de muitos dias o acharás".No versículos 2, o escritor sagrado nos dá uma lição preciosa, ele nos diz que devemos diversificar a nossa aplicação, porque não sabemos o que ácontecerá amanhã.Como servos dos Deus vivo, o S…

QUALIDADES DE UM BOM DESPENSEIRO.

Por Rev. João d'Eça Sermão pregado na Igreja Presbiteriana Monte Moriah, São Luís, MA, dia 14/01/2007 As qualidades de um bom despenseiro. "Servi uns aos outros, cada um conforme o dom que recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus". (I Pedro 4: 10). Introdução: O termo despenseiro tem o significado de alguém que cuida da despensa, ou seja, é o local da casa onde se guarda os alimentos e os outros mantimentos, nesse caso, despenseiro é o que toma de conta de toda a despensa, é uma espécie de Mordomo. No caso do texto básico da mensagem, despenseiro é aquele que administra os dons da multiforme graça de Deus, de maneira que pessa abençoar a si mesmo e ao seu próximo. * Muitas pessoas pensam que todas as coisas são sua propriedade. * A Bíblia nos ensina diferente, pois diz: "Do Senhor é a Terra e a sua plenitude, o mundo e os que nele habitam." ( Salmos 24:1). O profeta Ageu diz também: "O ouro e a prata são seus." * O…