Pular para o conteúdo principal

SOBRE O ABORTO DA MENINA DE 9 ANOS.

Sou totalmente contra o Aborto, mas considero que existem casos em que ele é necessário. Por exemplo, quando a mãe claramente corre risco de morte e não há como salvar a criança e a mãe, a decisão de quem sobrevive, claro, tem de ser a sobrevivência da mãe.

Para mim quem pratica um aborto por não querer ter mais um filho ou optar por não ter filhos, é um criminoso e merece cadeia. Existem métodos para se evitar uma gravidez, por que não utilizá-los? Por que matar uma vida inocente só por capricho? Não me venham com a história de que a mulher é dona do seu corpo e que decide fazer com ele o que quiser, que essa é a maior "burrice" ética, moral e jurídica que existe.

No caso da menina de Pernanbuco, que aos 9 anos de idade foi roubada na sua inocência por um padrastro monstro, como tantos outros de colarinho branco que estão soltos pelas cidades brasileiros, saciando sua taras em crianças inocentes, esses, deveriam ser fuzilados pelo Estado, como provavelmente acontecerá ao padrastro na cadeia, pela "lei dos presos".

A criança teve a sua gravidez interrrompida por uma equipe médica que mais tarde foi excomungada pela "lei canônica" da ICR. A "lei canônica" é diferente da Bíblia.

Na Bíblia Sagrada, as palavras em hebraico para os ainda não nascidos, os bebês e as crianças, são as mesmas. Para a economia de Deus, desde a concepção, o ser humano é. Aos olhos de Deus, um feto e uma criança já nascida, é indistinguível.

Não posso avaliar se os médicos que disseram ser perigoso a continuidade da vida dos bebês a da menina "bebê" é verdadeiral, eu não sou médico. No entanto, como no Brasil há uma campanha muito forte pela legalização desse assassinato em série de bebês indefesos, fico desconfiado. Não confio no governo e muito menos nos seus ministros, principalmente o da Saúde e o da Educação, por esta razão tenho de aceitar a avaliação da equipe médica, até que se prove contrário.

Sou contra o aborto e sempre serei.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DICIONÁRIO "MARANHENSE" !!!

Por



Rev. João d'EçaJoão do Vale, nosso poeta popular, em uma de suas canções diz: "minha terra tem belezas que em versos não sei dizer; mesmo porque não tem graça, só se vendo pode crer..."As coisas do Maranhão são espetaculares, sua natureza é exuberante, suas cidades são magnificas e sua Capital é encantadora. Eu amo minha cidade de paixão.Há muita coisa que não gosto em São Luís, não tem nada a ver com a natureza ou com a sua história, mas tem a ver com algumas pessoas que tiram a paz de outras pessoas, sem respeitar os seus direitos, mas isso é outra história...Quero lhes apresentar algumas palavras do vocabulário popular maranhense (está bastante incompleto, mas já é alguma coisa, desafio os leitores a me escreverem e me ensinarem novas palavras desse nosso rico "dicionário popular maranhense").Recebi de um amigo, numa lista de E-mails, essa lista que lhes apresento abaixo, achei muito divertido e interessante, fiz algumas adaptações e publico aqui e agora…

"LANÇA O TEU SOBRE AS ÁGUAS" - Eclesiastes 11: 1

PorRev. João d'EçaO texto diz: "Lança o teu pãp sobre as águas, porque depois de muitos dias o acharás"O que será que as Escrituras Sagradas estão nos ensinando aqui?A palavra "pão" sempre foi figura daquilo que ganhamos no dia-a-dia. As pessoas nos indagam: - "Você está indo pra onde?"- Vou ganhar o pão de cada dia (trabalho).Os estudiosos do AT, nos dizem que aqui há duas figuras:1ª Figura: AS CHEIAS DO RIO NILO - Eles jogavam as sementes quando a enchente estava baixando, no final da baixa, as sementes do trigo e da cevada, floresciam.2ª Figura: O COMERCIANTE - O comerciante pegava o seu barco, carregava com os bens que havia produzido e sai para comercializar em outras terras. "Lança o teu pão sobre as águas, porque depois de muitos dias o acharás".No versículos 2, o escritor sagrado nos dá uma lição preciosa, ele nos diz que devemos diversificar a nossa aplicação, porque não sabemos o que ácontecerá amanhã.Como servos dos Deus vivo, o S…

QUALIDADES DE UM BOM DESPENSEIRO.

Por Rev. João d'Eça Sermão pregado na Igreja Presbiteriana Monte Moriah, São Luís, MA, dia 14/01/2007 As qualidades de um bom despenseiro. "Servi uns aos outros, cada um conforme o dom que recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus". (I Pedro 4: 10). Introdução: O termo despenseiro tem o significado de alguém que cuida da despensa, ou seja, é o local da casa onde se guarda os alimentos e os outros mantimentos, nesse caso, despenseiro é o que toma de conta de toda a despensa, é uma espécie de Mordomo. No caso do texto básico da mensagem, despenseiro é aquele que administra os dons da multiforme graça de Deus, de maneira que pessa abençoar a si mesmo e ao seu próximo. * Muitas pessoas pensam que todas as coisas são sua propriedade. * A Bíblia nos ensina diferente, pois diz: "Do Senhor é a Terra e a sua plenitude, o mundo e os que nele habitam." ( Salmos 24:1). O profeta Ageu diz também: "O ouro e a prata são seus." * O…