Pular para o conteúdo principal

NÃO SOU CONTRA AS MANIFESTAÇÕES NO PAÍS, MAS....

Tenho visto cartazes nas mãos dos manifestantes conclamando os crentes a irem para as passeatas e chamando os pastores a descerem dos púlpitos e irem para as ruas. Sou contra essa ideia  mas não sou contra as manifestações.

As mazelas do nosso país são percebidas em todos os níveis da sociedade, há corrupção do maior até o menor, gente aproveitadora, gente que só quer levar vantagem em tudo, injustiças, podridão na política e gente se aproveitando disso.

Tudo em nosso país está errado, desde a “Comissão da Verdade” composta por esquerdistas que se propõe a passar a ditadura militar à limpo, aproveita a oportunidade para lucrar e perseguir aqueles que não permitiram que o regime comunista fosse implantado no Brasil, que foram mortos por “Genoínos”, “Dirceus” e “Dilmas”, que hoje nadam em dinheiro, e recebem indenizações milionárias e são donos de grandes empresas e conglomerados de comunicação, enquanto que os militares e seus familiares, não tem nem onde morar. Não existe nenhum general de Exercito que lutou contra os comunistas, que seja rico hoje, nem mesmo os que foram presidentes do país.

Não sou à favor dos excessos cometidos de ambos os lados na época da ditadura, mas entendo que a conjuntura do país exigia isso, o momento de luta era propício para que isso acontecesse de ambos os lados. A luta não era por liberdade por parte dos esquerdistas, mas sim por parte dos militares que impediram que a escravidão do comunismo se instalasse no país.

Sou à favor de toda manifestação ordeira e pacífica, mas sei que é impossível controlar os arruaceiros que se infiltram no movimento para fazer baderna.

Creio que a cobrança para que os crentes participem ativamente das manifestações é legítima, mas não é justa. Não é justa porque o maior problema do país não está nas estruturas de poder ou de política, está no coração do homem. A maioria desses que se embrenham nas multidões das passeatas estão cobrando do outro aquilo que eles mesmos não fazem. Cobram justiça e agem com injustiça.

Quem é que financia o tráfico de drogas, senão muitos dos que estão levantando bandeiras contra a corrupção na política? E os que estão adulterando, mentindo, enganando, roubando, traindo. A indústria pornográfica que arrecada por ano mais do que muitos países e os viciados em pornografia da Internet, tem alguma moral para reivindicar alguma coisa?

Pequenas coisas que revelam a maldade no coração do brasileiro e que lhes tira o direito de reivindicar até que mudem a sua atitude e chore o seu pecado. Quando parados por irregularidades no transito, subornam e são subornados. Apoiam movimentos de ataque às famílias só pra agradar gente poderosa ou pra simplesmente se divertir.

E nós que também apoiamos as emissoras que escondem a verdade do povo para não contrariar anunciantes ou não ofender o governo que distribui as concessões, gente que esconde os podres uns dos outros para usar como moeda de troca quando lhes for conveniente. Isso é justo? Isso é certo? É, eu sei, tem gente que acha justo e certo! Mas que moral você tem de reivindicar se você pensa assim?

Respondendo aos que acham que os pastores e os crentes deveriam se manifestar ai nesses movimentos respondo: Não adinata ficar na dúvida entre o "sim" e o "não". Nas Escrituras as coisas são SIM ou NÃO, não há espaço para o "quem sabe". Jesus nunca foi um revolucionário político, nunca se manifestou contra nada a não ser contra o pecado. É justamente ai que está o ponto. Se a nossa sociedade é corrupta em todos os níveis, por que os "crentes" teriam de se posicionar ao lado dos incrédulos, corruptos, baderneiros na luta por questões políticas, quando o problema é ético, moral e pecaminoso?

Nós "crentes" primeiramente temos de fazer a "mea-culpa", admitir que estamos longe do padrão de Deus expresso em sua Palavra e dizermos aos outros que o problema não está nas estruturas políticas e de poder, mas no coração do homem. Jesus ensinou isso, está claro na Escritura.

Quando os crentes se envolveram em episódios parecidos nas décadas de 60, 70, 80 e 90, os prejuízos para a espiritualidade foram enormes e nós colhemos os maus frutos até hoje, tai os PTralhas no comando, tai os esquerdistas querendo transformar o país numa "Sodoma e Gomorra" e por mais triste que seja, com o apoio de "crentes".

Dizem que tem acontecido avanços, por exemplo a "redução de passagens em algumas capitais", isso é ridículo, dizer que isso é avanço é ofender a minha inteligência. Avanço seriam hospitais que atendessem a população com qualidade. Avanço seria patrulhamento das fronteiras para coibir o tráfico de drogas. Avanço seria botar na cadeia, José Genoino, José Dirceu, João Paulo Cunha e Lula. Avanço seria um orçamento melhor significativo para a educação e outro pra segurança. Avanço seria acabar com a farra da Globo, Record, Rede TV e outras emissoras que inundam os nossos lares todos os dias com veneno e lixo moral e os crentes nem pensam em abalar a audiência, porque se deleitam com o lixo que despejado em suas salas.


Precisamos refletir sobre estas coisas, para só à partir dai, cumprirmos e vermos cumprido em nós, Mateus 6:33.

Comentários

Fagner Araujo disse…
Sou Católico e concordo com tudo que foi dito.

Acho impossível acabar com todos os problemas do país de uma hora pra outra.

Postagens mais visitadas deste blog

DICIONÁRIO "MARANHENSE" !!!

Por



Rev. João d'EçaJoão do Vale, nosso poeta popular, em uma de suas canções diz: "minha terra tem belezas que em versos não sei dizer; mesmo porque não tem graça, só se vendo pode crer..."As coisas do Maranhão são espetaculares, sua natureza é exuberante, suas cidades são magnificas e sua Capital é encantadora. Eu amo minha cidade de paixão.Há muita coisa que não gosto em São Luís, não tem nada a ver com a natureza ou com a sua história, mas tem a ver com algumas pessoas que tiram a paz de outras pessoas, sem respeitar os seus direitos, mas isso é outra história...Quero lhes apresentar algumas palavras do vocabulário popular maranhense (está bastante incompleto, mas já é alguma coisa, desafio os leitores a me escreverem e me ensinarem novas palavras desse nosso rico "dicionário popular maranhense").Recebi de um amigo, numa lista de E-mails, essa lista que lhes apresento abaixo, achei muito divertido e interessante, fiz algumas adaptações e publico aqui e agora…

QUALIDADES DE UM BOM DESPENSEIRO.

Por Rev. João d'Eça Sermão pregado na Igreja Presbiteriana Monte Moriah, São Luís, MA, dia 14/01/2007 As qualidades de um bom despenseiro. "Servi uns aos outros, cada um conforme o dom que recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus". (I Pedro 4: 10). Introdução: O termo despenseiro tem o significado de alguém que cuida da despensa, ou seja, é o local da casa onde se guarda os alimentos e os outros mantimentos, nesse caso, despenseiro é o que toma de conta de toda a despensa, é uma espécie de Mordomo. No caso do texto básico da mensagem, despenseiro é aquele que administra os dons da multiforme graça de Deus, de maneira que pessa abençoar a si mesmo e ao seu próximo. * Muitas pessoas pensam que todas as coisas são sua propriedade. * A Bíblia nos ensina diferente, pois diz: "Do Senhor é a Terra e a sua plenitude, o mundo e os que nele habitam." ( Salmos 24:1). O profeta Ageu diz também: "O ouro e a prata são seus." * O…

"LANÇA O TEU SOBRE AS ÁGUAS" - Eclesiastes 11: 1

PorRev. João d'EçaO texto diz: "Lança o teu pãp sobre as águas, porque depois de muitos dias o acharás"O que será que as Escrituras Sagradas estão nos ensinando aqui?A palavra "pão" sempre foi figura daquilo que ganhamos no dia-a-dia. As pessoas nos indagam: - "Você está indo pra onde?"- Vou ganhar o pão de cada dia (trabalho).Os estudiosos do AT, nos dizem que aqui há duas figuras:1ª Figura: AS CHEIAS DO RIO NILO - Eles jogavam as sementes quando a enchente estava baixando, no final da baixa, as sementes do trigo e da cevada, floresciam.2ª Figura: O COMERCIANTE - O comerciante pegava o seu barco, carregava com os bens que havia produzido e sai para comercializar em outras terras. "Lança o teu pão sobre as águas, porque depois de muitos dias o acharás".No versículos 2, o escritor sagrado nos dá uma lição preciosa, ele nos diz que devemos diversificar a nossa aplicação, porque não sabemos o que ácontecerá amanhã.Como servos dos Deus vivo, o S…