segunda-feira, 4 de julho de 2011

NEGAR-SE A SI MESMO - (Mateus 16: 21-28)

Introdução

Na semana passada vimos nesta passagem como algumas observações feitas por um dos discípulos levaram Jesus a falar sobre a natureza do verdadeiro discipulado.

Jesus disse aos seus discípulos que Ele iria enfrentar provações dolorosas em Jerusalém, dizendo que seria condenado à morte, e iria ressuscitar dos mortos ao terceiro dia.

Daí Pedro repreendeu a Jesus dizendo que isso não deveria acontecer. Devido à sua falta de compreensão, Pedro não percebeu o que estava dizendo. Jesus sabia que era necessário passar pelo sofrimento para alcançar a nossa salvação.

Discípulo de Cristo é a pessoa que vive para a Sua glória, que vive para fazer a Sua vontade, e que tem o desejo de refletir a Cristo no seu pensamento, palavras e ações.

Depois de domingo passado pedi que vocês irmãos fossem pra casa e pensassem o que significa ser discípulo de Cristo, o que significa negar-se ao si mesmo.

Uma vez que este é o primeiro passo no discipulado, é preciso ter isso bem definido na nossa mente.

Este primeiro passo no discipulado, auto-negação. Não existe servir a Cristo sem NEGAR-SE A SI MESMO. Comportando-se como Ele se comportou e desejando que ele desejava .

Fácil ou não, a auto-negação é o primeiro passo: não há como fugir disto. Renunciar a si mesmo de modo que você possa se concentrar em glorificar a Deus com a sua vida, é o que é exigido de nós todos.

Jesus negou-se a si mesmo. Diz a Escritura que ele deixou a sua glória no céu para vir a este mundo sofrer a nossa dor e pagar os nossos pecados. Ele, mesmo sendo Deus, glorificado no céu, preocupou-se conosco, simples seres humanos, um grão de poeira no meio do universo tão vasto.

O exemplo de nosso Salvador nos mostra que qualquer outro interesse de nossa parte, que não seja glorificá-lo com a nossa vida, deve tornar-se secundário.

Isso não significa que nós nunca devemos fazer o que nos agradar, mas que nós não somos guiados apenas por aquilo que nos agrada. Isso foi o que Jesus fez, porque essa era a única maneira que poderíamos ser salvos.

Eu não sei, se vocês fizeram algum progresso real em matéria de negar-se a si mesmo, como você pensou sobre isso na semana passada.

TOME A SUA CRUZ!!

Essa é a figura usada por Jesus. Tome a sua cruz. "Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga- Me".

Jesus Cristo usou a figura da cruz que ele iria enfrentar, para que quando acontecesse, os seus discípulos tivessem uma visão clara do que ele queria.

Essa cruz representa o que ele tinha que fazer para nos salvar. Essa cruz representa a ira que Ele iria suportar em nosso lugar. A cruz é o símbolo do sacrifício de Cristo em favor da liberdade do seu povo. Quando vemos uma cruz lembramos o sacrifício de nosso Salvador.

Pedro pensava que Jesus poderia fazer o bem necessário, evitando a cruz, isto é, evitando o sacrifício que era exigido pela cruz. Jesus compara a nossa responsabilidade como Seus seguidores, com o que foi exigido dele para ganhar a nossa redenção.

O QUE VOCÊ PENSA QUE É SEGUIR A CRISTO?

Poucas pessoas possuem a visão certa do que significa seguir a Cristo.

Mas se você por em prática o ensinamento de Jesus em sua vida, você saberá o impacto que isso causará sobre a sua família.

Irmãos, todos nós vivemos por alguma coisa, algo que nos influencia e nos leva a tomar as decisões que tomamos. Seria maravilhoso se o nosso verdadeiro amor por Cristo fosse o motivador da nossa vida!

Ser discípulo de Cristo, portanto, começa com um compromisso com a auto- negação.

Deixar o nosso egoísmo, os nossos sonhos mesquinhos e carnais. É para isso que Jesus nos chama a ser. Eu não posso servir a mim mesmo e aos outros ao mesmo tempo. Isto é impossível.

Eu não posso levar a minha cruz sem pagar nenhum preço.

Minha cruz é uma cruz de gratidão. Porque Cristo me ama e o seu amor demonstrado na sua morte de cruz por mim, minha resposta deve ser a de amar o meu próximo em seu nome.

Tudo isso está implícito quando Jesus diz que eu devo tomar a minha cruz e segui-Lo. Eu só posso segui-lo se eu andar no caminho que Ele andou.

Quando abrimos o nosso coração para Cristo, nós assumimos a responsabilidade de honrar esse nome. E nós o honramos não apenas por nos afastar do mal, mas também pela prática de uma vida santa.

VOCÊ REPRESENTA O SEU CRISTO.

Você percebe que, para muitas pessoas neste mundo, você é o único "Cristo" que ela vai encontrar?

-Se nós estamos executando corretamente o nosso dever de viver como Cristo viveu, essas pessoas terão uma boa idéia do maravilhoso Salvador que Deus deu ao mundo.

-Se não estivermos cumprindo com o nosso dever: “NEGAR-SE A SE MESMO E CARREGAR A SUA CRUZ” como Jesus ensinou, então, POR TUA CAUSA, essas pessoas vão formar uma opinião errada do Salvador e do evangelho.

Não existe tal coisa como seguir a Jesus sem carregar a cruz. Para ser discípulo de Cristo, é exigido que você carregue a sua cruz. Ela exige esse padrão em nossa vida. Eu diria que todo verdadeiro cristão nascido de novo está fazendo exatamente isso , de uma forma ou de outra. O problema é que a maioria de nós não compreende a profundidade desse dever de viver para Cristo.

O ponto é que nós precisamos entender que nossas vidas são um reflexo de nosso Salvador. Ao invés de nos contentar com um testemunho medíocre, porque não trabalhamos com a ajuda de Deus para dar um testemunho extraordinário.

Jesus nos ensina que podemos ganhar o mundo inteiro e não termos nada. Ou seja, você pode viver de acordo com os desejos da carne e ganhar tudo o que este sistema caído tem para oferecer. No final, porém, você não terá nada de verdadeiro valor e ainda terá perdido sua alma. Não importa quão grande está o teu tesouro terrena, nunca será suficiente para resgatar sua alma.

Aplicação

Em primeiro lugar, eu espero que você leve a sério a exortação de Jesus a respeito dessa vida abnegada. Este passo não é apenas benéfica para nós, é realmente obrigatório se de fato, nasceu de novo.

Quando você tiver oportunidade, escolha fazer o bem para o próximo. Lembre-se o que Jesus fez por você.

Em segundo lugar, você deve olhar para Jesus. Você vai sempre encontrar nele um exemplo inspirador e informativo. Assim é com a questão da auto-negação. Você certamente vai lutar com suas preocupações, mas esse é precisamente o tempo para mudar seus olhos em direção ao Salvador e lembrar do seu belo exemplo.

Em terceiro lugar, note que essa passagem é um lembrete de que a nossa maneira de viver influencia na forma como os outros veêm o nosso Salvador.

-Nós podemos fazer um grande dano à imagem de Cristo. Alegando ser Seus seguidores, mas vivendo diferente do que ele quer de nós.

Em quarto e último, lembre-se que Jesus tratou essa questão relacionado a como perder ou ganhar a vida.

-Não é fácil viver neste mundo sem ser influenciado por ele. Lembre-se que está em jogo, o destino final da sua alma.

Finalmente, Não perca o que Cristo conquistou pra você. Pelo contrário, empenhe-se para viver a vida em Cristo e por Cristo.

Sirva-o procurando torná-lo conhecido de outros, através da sua conduta e compaixão, você irá experimentar a verdadeira vida, Jesus promete. Você vai viver uma vida que conduz à felicidade no mundo vindouro.

Sermão pregado na noite de domingo 03 de julho, pelo Rev. João d'Eça na IPB Betsaida.

2 comentários:

Evangelista Alencar disse...

Muito Bom.....

Anônimo disse...

OTIMO QUE BOM SERIA SE TODOS TIVESSEM A OPORTUNIDADE DE VER ESTE ESTUDO!! MUITO BOM