Pular para o conteúdo principal

AVALIAÇÃO DO VÍDEO ABAIXO.

Recebi um vídeo de uma pessoa amiga que mostrava um menino de uns 10 a 12 anos em uma igreja, que na hora de uma reunião daquela igreja, que não fica claro se era um culto, um encontro informal ou uma reunião de oração.

O fato é que o menino começa a balbuciar palavras como se Deus o estivesse tomado naquela hora para entregar uma mensagem à igreja. 

Apropriadamente alguém estava filmando e a mensagem foi posta na Net e ai passou a ser uma mensagem a quem ver o pequeno vídeo, ou seja, a todos que assistirem.

Quando recebi o vídeo, agradeci e disse que iria avaliar. A primeira reação da pessoa que me enviou o vídeo foi de espanto: “Avaliar?”. Eu disse “sim, avaliar”, para “saber se a manifestação é humana, doentia ou diabólica...” e completei: “mas uma coisa fica clara, divina não é!”.

A pessoa me perguntou: “como assim, não é divina?” Então eu disse que iria avaliar e que iria publicar na Net, no Whatsapp e no Facebook a minha avaliação, que é o que faço abaixo:

Avaliação do vídeo.

Em primeiro lugar a reação de espanto da irmã não se justifica, porque a Escritura Sagrada diz em I João 4.1: “Amados, não deis crédito a qualquer espírito; antes, provai os espíritos se procedem de Deus, porque muitos falsos profetas tem saído pelo mundo fora.”

Só esse texto já nos exorta a fazer avaliações a não acreditar em qualquer coisa que vemos ou ouvimos. O padrão de avaliação é a Escritura Sagrada, a palavra de Deus inspirada. Tudo que contraria a Escritura Sagrada tirando ou acrescentando algo, deve ser considerado herético, é o que nos diz a Palavra de Deus em Apocalipse 22.18: “...Se alguém lhes fizer qualquer acréscimo, Deus lhes acrescentará os flagelos escritos neste livro; e, se alguém tirar qualquer cousa das palavras do do livro desta profecia, Deus tirará a sua parte da árvore da vida, da cidade santa e das cousas que se acham escritas neste livro.

Entendem errado, os que alegam manifestar os mesmos dons extraordinários dos apóstolos, hoje. O texto que fala da manifestação desses dons extraordinários pelos apóstolos tinha como propósito o testemunho da confirmação da Palavra de Cristo por meio dos apóstolos a nós, isto é, atestar a doutrina apostólica como a própria Palavra de Deus.

Os milagres e os dons extraordinários do Espírito não eram para todo o tempo, mas para a era apostólica; esses dons extraordinários estavam ligados pela vontade divina ao ofício de apóstolo, para que eles pudessem confirmar a Palavra que os apóstolos traziam (I Co. 12.10; Mc. 16.20; Atos 14.3).

Vamos ao vídeo: 

Parece que em uma reunião de oração, com pouca gente, parece não haver mais do que 15 pessoas no culto, um menino de repente se levanta do seu lugar onde estava orando e começa dizer um monte de coisas como se fosse o próprio Deus falando através dele, àquela comunidade.

A pessoa que gravou o vídeo, parece ter iniciado depois que ele começou a falar e não gravou o início da fala. O que o menino diz é muito importante para essa avaliação: 

Ouvindo bem, antes de se levantar, ele diz:

- “.... apascentar Jerusalém. Agora eu quero ver quem são os fiéis de verdade.”

Há um momento de emoção de outras pessoas e não se ouve o que ele diz até que ele se levanta:

- “... porque quem manda na igreja sou eu... quem manda na minha igreja sou eu, eu sou o senhor (...) eu sou o único, o poderoso, eu sou o alfa e o ômega e não há outro além de mim. Eis que satanás está preparando uma grande peleja para a igreja do Senhor. E em nome de Jesus eu peço que o meu povo, o povo de Deus se prepare, porque eis que eu o senhor vou voltar, e antes disso o satanás vai preparar armas, durante isto o satanás vai preparar acareações, e eu o senhor teu deus, mando avisar durante este culto, que eu o senhor teu deus vou voltar, e eu o senhor quero preparar a igreja para as acareações do inimigo... o inimigo está furioso com a igreja do Senhor. O inimigo ele quer derrotar a igreja, ele quer cada vez mais ganhar almas para o reino dele. E, eu, o senhor teu deus, os alerto, que se prepare... prepare o teu coração a igreja do senhor, prepare os teu pés, eis que estou enviando lâmpada para os pés do crente... eu o senhor teu deus estou enviando anjos para guardar os que realmente querem “coisa” comigo. Eu o senhor o deus todo-poderoso estou guardando a minha igreja, mas tem um porém, eu sou amor e sou justiça eu só guardo os que realmente querem “coisa” comigo. Aleluia.... ai começa balbuciar os “cantaralabachuria” conhecido de todos.

Nesse momento o vídeo termina com o menino se dirigindo a uma mulher nos fundos do templo, a mais emocionada de todas e junto com ela, balbucia outras palavras desconexas e sem sentido; até que ele volta ao lugar de onde estava repetindo as mesmas coisas que começou a falar no início, até que se cala.

Já que a mensagem era para uma suposta igreja incrédula, por que ele não se dirigiu às pessoas que não estavam orando, e foi diretamente para aquela mulher, que como ele, estava dominada pelo emocionalismo?

Análise do vídeo:

“.... apascentar Jerusalém. Agora eu quero ver quem são os fiéis de verdade.”

Para mim, esse deus que supostamente toma o menino é um deus impotente, que não conhece os seus fiéis, e é pego de surpresa com a incredulidade da igreja.

Em João 10. 14, 15, Jesus diz: “Eu sou o bom pastor; conheço as minhas ovelhas, e elas me conhecem a mim, assim como o Pai me conhece a mim, e eu conheço o Pai; e dou a minha vida pelas ovelhas...

Em um outro trecho das palavras do menino ele diz: - “... porque quem manda na igreja sou eu... quem manda na minha igreja sou eu, eu sou o senhor (...) eu sou o único, o poderoso, eu sou o alfa e o ômega e não há outro além de mim.

Onde está a relevância dessas palavras já que elas estão na Bíblia... será necessário o Senhor vir lá do céu para dizer o que ele já colocou em sua palavra, acessível a todos?

Na Escritura Sagrada, quando o rico pediu ao pai Abraão que fosse na casa dos seus parentes e lhes dizer sobre o terrível fogo do inferno: “...Pai, eu te imploro que o mandes a minha casa paterna, porque tenho cinco irmãos; para que lhes dê testemunho, a fim de não virem também para este lugar de tormento. Respondeu Abraão: Eles tem Moisés e os profetas; ouçam-nos.”

Moisés e os profetas é exatamente a Palavra de Deus, as Escrituras Sagradas, que para os judeus da época de Cristo era dividida assim Moisés (o pentateuco) e os profetas (todo o restante do Antigo Testamento).

Em outro trecho ele diz: - Eis que satanás está preparando uma grande peleja para a igreja do Senhor. E em nome de Jesus eu peço que o meu povo, o povo de Deus se prepare, porque eis que eu o senhor vou voltar, e antes disso o satanás vai preparar armas, durante isto o satanás vai preparar acareações, e eu o senhor teu deus, mando avisar durante este culto, que eu o senhor teu deus vou voltar, e eu o senhor quero preparar a igreja para as acareações do inimigo...”

Eu pergunto: Quem não sabe disso? Não é esse o ensino que todas as igrejas estão passando aos seus fieis semanalmente? Ou isso é alguma novidade?

No trecho supostamente [Deus] “pede em nome de Jesus”. Essa é uma teologia pobre. “E diz que ele vai voltar”; A Escritura já não diz isso? E que satanás está armando armas contra a igreja? Isso é novo? É relevante? Será que o povo de Deus não lê a Bíblia, para [Deus] ter de vir lá do céu e usar uma criança para dizer o que o povo já sabe? Se Deus já nos preparou através da Bíblia, para que ele precisaria vir e dizer de novo? A Bíblia falhou?

Em outro trecho o menino diz: “... o inimigo está furioso com a igreja do Senhor. O inimigo ele quer derrotar a igreja, ele quer cada vez mais ganhar almas para o reino dele. E, eu, o senhor teu deus, os alerto, que se prepare... prepare o teu coração a igreja do senhor, prepare os teu pés, eis que estou enviando lâmpada para os pés do crente...”

Precisa comentar isso também? Acho que não!

Em outro trecho, diz: ... eu o senhor teu deus estou enviando anjos para guardar os que realmente querem “coisa” comigo. Eu o senhor o deus todo-poderoso estou guardando a minha igreja, mas tem um porém, eu sou amor e sou justiça eu só guardo os que realmente querem “coisa” comigo. Aleluia.... ai começa balbuciar os “cantaralabachuria” conhecido de todos.”

A pergunta é: Que “COISA” é essa? Será que o Senhor mandaria uma mensagem ambígua? De duplo sentido, ou que caiba o sentido que qualquer pessoa der.

Conclusão:

Disse que a minha avaliação seria detectar que essa mensagem poderia ser “humana”, “doentia”, ou “diabólica”, e disse que ela não era “divina”, isso eu continuo afirmando.

- É diabólica? – Não é diretamente! Mas satanás pode usar essa mensagem para confundir e desvirtuar a igreja. Dependendo do resultado da reação e da receptividade da igreja, ela pode ser afetada diretamente pelas artimanhas do inimigo: “Sede sóbrios e vigilantes. O diabo, vosso adversário, anda em derredor, como leão que ruge procurando alguém para devorar;” (I Pd. 5.8).

- É doentia? – Pode ser que essa criança já esteja sofrendo psicologicamente! Seus pais, o seu pastor, devem orientá-lo acerca disso e mostrar na Bíblia a impossibilidade de ter sido Deus que o tomou extaticamente. Infelizmente parece que a reação da igreja é de alimentar essa situação.

- É humana? - Com certeza é. Tudo indica que o menino já viu essas coisas em outros momentos e está somente reproduzindo o que já presenciou, e, num momento de comoção não conseguiu controlar a sua emoção. Outras manifestações pseudo-espirituais como o “cantaralabachúria” que ele fala no fim do vídeo, demonstram isso.

Minha conclusão final é de que esse vídeo mostra uma criança confusa, pressionada psicologicamente e que precisa urgentemente de ajuda especializada, ou tudo isso foi uma montagem de muito mau gosto.

Para quem acessar o vídeo:
https://www.youtube.com/watch?v=iqTdAORGZaY


Comentários

Ao passar pela net encontrei seu blog, estive a ver e ler alguma postagens
é um bom blog, daqueles que gostamos de visitar, e ficar mais um pouco.
Tenho um blog, Peregrino E servo, se desejar fazer uma visita.
Ficarei radiante se desejar fazer parte dos meus amigos virtuais, saiba que sempre retribuo seguido
também o seu blog. Minhas saudações.
António Batalha.
Peregrino E Servo.

Postagens mais visitadas deste blog

DICIONÁRIO "MARANHENSE" !!!

Por



Rev. João d'EçaJoão do Vale, nosso poeta popular, em uma de suas canções diz: "minha terra tem belezas que em versos não sei dizer; mesmo porque não tem graça, só se vendo pode crer..."As coisas do Maranhão são espetaculares, sua natureza é exuberante, suas cidades são magnificas e sua Capital é encantadora. Eu amo minha cidade de paixão.Há muita coisa que não gosto em São Luís, não tem nada a ver com a natureza ou com a sua história, mas tem a ver com algumas pessoas que tiram a paz de outras pessoas, sem respeitar os seus direitos, mas isso é outra história...Quero lhes apresentar algumas palavras do vocabulário popular maranhense (está bastante incompleto, mas já é alguma coisa, desafio os leitores a me escreverem e me ensinarem novas palavras desse nosso rico "dicionário popular maranhense").Recebi de um amigo, numa lista de E-mails, essa lista que lhes apresento abaixo, achei muito divertido e interessante, fiz algumas adaptações e publico aqui e agora…

QUALIDADES DE UM BOM DESPENSEIRO.

Por Rev. João d'Eça Sermão pregado na Igreja Presbiteriana Monte Moriah, São Luís, MA, dia 14/01/2007 As qualidades de um bom despenseiro. "Servi uns aos outros, cada um conforme o dom que recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus". (I Pedro 4: 10). Introdução: O termo despenseiro tem o significado de alguém que cuida da despensa, ou seja, é o local da casa onde se guarda os alimentos e os outros mantimentos, nesse caso, despenseiro é o que toma de conta de toda a despensa, é uma espécie de Mordomo. No caso do texto básico da mensagem, despenseiro é aquele que administra os dons da multiforme graça de Deus, de maneira que pessa abençoar a si mesmo e ao seu próximo. * Muitas pessoas pensam que todas as coisas são sua propriedade. * A Bíblia nos ensina diferente, pois diz: "Do Senhor é a Terra e a sua plenitude, o mundo e os que nele habitam." ( Salmos 24:1). O profeta Ageu diz também: "O ouro e a prata são seus." * O…

"LANÇA O TEU SOBRE AS ÁGUAS" - Eclesiastes 11: 1

PorRev. João d'EçaO texto diz: "Lança o teu pãp sobre as águas, porque depois de muitos dias o acharás"O que será que as Escrituras Sagradas estão nos ensinando aqui?A palavra "pão" sempre foi figura daquilo que ganhamos no dia-a-dia. As pessoas nos indagam: - "Você está indo pra onde?"- Vou ganhar o pão de cada dia (trabalho).Os estudiosos do AT, nos dizem que aqui há duas figuras:1ª Figura: AS CHEIAS DO RIO NILO - Eles jogavam as sementes quando a enchente estava baixando, no final da baixa, as sementes do trigo e da cevada, floresciam.2ª Figura: O COMERCIANTE - O comerciante pegava o seu barco, carregava com os bens que havia produzido e sai para comercializar em outras terras. "Lança o teu pão sobre as águas, porque depois de muitos dias o acharás".No versículos 2, o escritor sagrado nos dá uma lição preciosa, ele nos diz que devemos diversificar a nossa aplicação, porque não sabemos o que ácontecerá amanhã.Como servos dos Deus vivo, o S…